Grêmio pedirá vaga à Conmebol após caso Gallardo

No jogo dessa terça na Arena do Grêmio, o técnico argentino estava suspenso, e mesmo assim se comunicou com seus comandados

Gallardo com rádio na mão se comunicando com a comissão técnica. Técnico deve ser punidoGallardo com rádio na mão se comunicando com a comissão técnica. Técnico deve ser punido - Foto: Reprodução

O Grêmio vai pedir os pontos da derrota por 2x1 para o River Plate, em duelo de volta das semifinais da Taça Libertadores, nessa terça-feira (30), em Porto Alegre, e consequente classificação à final do torneio devido ao "caso Gallardo".

O recurso no Tribunal Disciplinar da Conmebol vai se basear na presença de Marcelo Gallardo, treinador do clube argentino, no vestiário da Arena Grêmio e comunicação dele com a comissão técnica via rádio durante a partida mesmo com suspensão aplicada na véspera do duelo.

A tese do Grêmio é que o River infringiu o regulamento de forma severa. Aos olhos dos advogados do clube gaúcho, o caso é similar a escalação irregular de um jogador.

"Houve interferência externa de uma pessoa que estava impedida de participar do jogo. E depois, essa pessoa saiu se vangloriando. Vamos pedir a perda dos pontos do jogo", declarou Nestor Hein, vice jurídico do Grêmio.

Uma reunião de emergência no Conselho de Administração foi chamada para definir qual será o procedimento do Grêmio. É estudada viagem ao Paraguai para entregar a denúncia.

Leia também:
River Plate vira sobre o Grêmio no fim e vai à final da Libertadores
Grohe pede desculpas à torcida e lamenta 'apagão'


"O River cometeu uma irregularidade que está prevista no regulamento. A incompetência da arbitragem, ao não revisar o gol (de empate, marcado por Rafael Borré) é uma coisa. O caso do técnico (Marcelo Gallardo) é objetivo, é fato e admitido publicamente", disse Romildo Bolzan Júnior, presidente do Grêmio.

Durante o jogo na Arena, Gallardo foi flagrado em contato com a comissão técnica por meio de rádio. No intervalo, o treinador desceu das cabines de imprensa e furou bloqueio para acessar o vestiário visitante. Ao ver o episódio, dirigentes do Grêmio chamaram delegados para denunciar a irregularidade. Um dos delegados do jogo aguardou a saída do técnico para registrar o caso com fotos e vídeos.

Depois da vitória de virada, e classificação à decisão, Marcelo Gallardo novamente descumpriu a punição imposta na véspera da partida pela Conmebol. O treinador deu entrevista na zona mista, admitiu que infringiu a determinação do Tribunal Disciplinar e afirmou não se arrepender.

No duelo de ida, os gremistas venceram por 1x0. Em Porto Alegre, poderiam ter garantido a classificação até com um empate. Caíram pela vantagem do River nos gols qualificados, fora de casa.

Veja também

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico
Futebol

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'
Opinião

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'