A-A+

Griezmann assinará com o Barça, diz dirigente do Atlético

Atacante francês, 28 anos, disputou duas finais de Champions e fechou um ciclo de cinco anos na equipe colchonera

Griezmann se despediu do Atlético de Madrid e deve ser anunciado pelo BarcelonaGriezmann se despediu do Atlético de Madrid e deve ser anunciado pelo Barcelona - Foto: GABRIEL BOUYS / AFP

Nesta quarta-feira (12) o conselheiro delegado do clube da capital espanhola, Miguel Ángel Gil Marín, disse que o atacante francês do Atlético de Madrid, Antoine Griezmann, vai assinar com o Barcelona.

"Para mim está claro há muito tempo, desde março. Ele vai para o Barcelona", declarou Gil Marín ao canal de TV Toros, da Movistar.

Antoine Griezmann anunciou no mês passado que vai deixar o Atlético depois de cinco temporadas. Nas últimas semanas a imprensa não deixou de especular sobre sua ida ao clube catalão, atual campeão da Liga espanhola.

A saída de Griezmann do Atlético, decidida por ele mesmo, se soma à do uruguaio Diego Godín, embora no caso deste foi porque a equipe não lhe fez uma proposta de renovação. Griezmann ficou há um ano na mesma situação mas no final decidiu não se transferir para o Barcelona e permanecer na equipe comandada por Diego Simeone.

Leia também:
"Chega" de homofobia no futebol, pede Antoine Griezmann
Griezmann diz que senta na mesma mesa de Messi e CR7
Messi lidera "reunião contra crise" no Barcelona
Barcelona contrata jovem holandês De Jong por €75 milhões

O atacante francês, de 28 anos, disse ao anunciar sua partida que precisa de "outros desafios", e no passado repetiu que gostaria de ganhar a Liga dos Campeões, cuja final já disputou duas vezes com o Atlético (2014 e 2016), mas perdeu nas duas ocasiões para o Real Madrid.

Veja também

Em duelo de leões, Sport possui invencibilidade como mandante diante do Fortaleza
Sport

Em duelo de leões, Sport possui invencibilidade como mandante diante do Fortaleza

Lukaku, do Chelsea, se junta a Marcos Alonso para questionar o ato de se ajoelhar contra o racismo
FUTEBOL

Lukaku, do Chelsea, se junta a Marcos Alonso para questionar o ato de se ajoelhar contra o racismo