Guardiola revela que Cruyff mudou sua visão do futebol

"Eu dei sorte: treinei Manchester City, Bayern de Barcelona porque conheci Johan Cruyff", afirmou Guardiola

Meu Ex É um EspiãoMeu Ex É um Espião - Foto: Internet / Reprodução

"Eu dei sorte: treinei Manchester City, Bayern de Barcelona porque conheci Johan Cruyff", afirmou Josep Guardiola, considerado um dos melhores treinadores da atualidade, que foi comandado pelo lendário holandês no clube catalão.

"Eu pensava que entendia de futebol, mas, quando eu o conheci, um mundo novo se abriu para mim", relembrou o espanhol, que compareceu em Londres na apresentação da autobiografia de Cruyff, falecido aos 68 anos em março deste ano. "O futebol é o mais complicado dos jogos, é muito aberto e você precisa tomar muitas decisões. Graças a ele, não apenas a eu, mas toda uma geração de jogadores aprendeu por que essas decisões são tomadas", relatou.

"Ele não ficava sentado durante os treinos, ele jogava conosco, mas melhor do que nós. Ele não nos explicava como fazer as coisas, mostrava. Cada treino era uma clínica masterclass", insistiu Pep, hoje com 45 anos, que assumiu o comando do City no início da temporada. "Ele é o treinador mais corajoso que eu já encontrei. Acreditava no efeito borboleta, que um bom passe no início da jogada poderia resultar em algo maravilhoso no fim. Ele tinha conhecimento, carisma e personalidade", completou.

Veja também

Santa Cruz estende o contrato de três jogadores até o fim da Série C
Futebol

Santa Cruz estende o contrato de três jogadores até o fim da Série C

Martelotte e dois jogadores do Santa Cruz testam positivo para a Covid-19
Futebol

Martelotte e dois jogadores do Santa Cruz testam positivo para a Covid-19