Guardiola se vinga do Barça com vitória em Manchester

Na outra partida da chave, Borussia Mönchengladbach (quatro pontos) e Celtic (dois) empataram por 1 a 1

Pedro EuricoPedro Eurico - Foto: Jedson Nobre/Folha de Pernambuco

Pep Guardiola finalmente pode dormir aliviado. O peso da terrível goleada por 4 a 0 que sofreu diante do Barcelona, há duas semanas, saiu de seus ombros -ao menos em parte- com a vitória por 3 a 1 do Manchester City sobre o time espanhol, nesta terça-feira (1), em Manchester.

Agora o treinador, que comandou brilhantemente o Barça entre 2009 e 2012, está empatado no confronto particular com o clube de seu coração. Em quatro jogos, o placar está Barça 2 x 2 Pep (contando dois jogos do técnico no comando do Bayern de Munique).

O resultado não foi suficiente para tirar o Barça da liderança do Grupo C da Liga dos Campeões da Europa, mas o City se mantém com chances de terminar a fase de classificação em primeiro lugar na chave. Os espanhóis têm nove pontos, dois a mais do que os ingleses.

Na outra partida da chave, Borussia Mönchengladbach (quatro pontos) e Celtic (dois) empataram por 1 a 1.

O JOGO

Em um duelo Barcelona x Guardiola, é sempre interessante descobrir quem terá a posse da bola por mais tempo. Em Manchester, a vitória nesse quesito foi dos visitantes, por 59% a 41%.

Ter vantagem na posse da bola, no entanto, nem sempre significa jogar melhor, e foi o que se viu nesta terça. Desde o princípio da partida, os comandados de Guardiola pressionaram a saída de jogo do Barça e criaram boas oportunidades de gol.

Entretanto, quem tem Messi, Suárez e Neymar sempre está perto do gol, mesmo quando é atacado. Em um contra-ataque, o argentino lançou o brasileiro, que avançou com a bola e devolveu para Messi marcar, na saída do goleiro Caballero. O placar parecia injusto com o City, que conseguiu reduzir essa sensação de injustiça quando Sergi Roberto, ainda no primeiro tempo, cometeu um erro grosseiro à frente de sua área, e a falha resultou em gol do alemão Gundogan.

Na etapa final, o City continuou buscando o gol com mais volúpia, e foi premiado quando o belga De Bruyne marcou um belo gol de falta. Mais tarde, depois de André Gomes mandar no travessão uma chance claríssima para empatar o jogo, um contra-ataque do City foi finalizado por Gundogan: 3 a 1. Estava consolidada a vingança de Guardiola contra o clube que ama.

CLASSIFICADOS


Paris Saint-Germain e Arsenal se classificaram para as oitavas de final da Liga dos Campeões nesta terça. Na Suíça, o PSG bateu o Basel por 2 a 1 e foi a dez pontos no Grupo A, mesma marca do time inglês, que derrotou o Ludogorets por 3 a 2, na Bulgária.

Atlético de Madrid e Bayern de Munique também avançaram. A equipe espanhola foi a 12 pontos no Grupo D com a vitória por 2 a 1 sobre o Rostov, em Madri, enquanto a alemã chegou a nove com o triunfo sobre o PSV Eindhoven, na Holanda, por 2 a 1.
Pelo Grupo B, o Benfica venceu o Dínamo Kiev por 1 a 0, e Besiktas e Napoli empataram por 1 a 1.

Veja também

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico
FUTEBOL

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles
Seleção Brasileira

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles