Guga chora em defesa de julgamento de multa milionária da Receita

Ex-tenista brasileiro é questionado pelo não-pagamento de imposto de renda sobre rendimentos com patrocínios e torneios entre 1999 e 2002

Geraldo Julio e Paulo CâmaraGeraldo Julio e Paulo Câmara - Foto: Aluisio Moreira/SEI

Gustavo Kuerten esteve nesta terça-feira (25) no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) para se defender de um pagamento de multas e impostos que podem ultrapassar os R$ 5 milhões. Acompanhando o julgamento do recurso contra o lançamento da Receita Federal, o ex-jogador de tênis até chorou enquanto fazia seu discurso.

As informações foram reveladas pelo "O Estado de S. Paulo". Depois de apelar aos conselheiros, Guga foi até tietado por eles, mas não teve sua situação amenizada.

"O tenista vai estar sempre no nosso coração, mas, independentemente disso, estamos tratando de uma questão tributária, que não tem a ver com a emoção e temos que separar essas coisas", afirmou a conselheira Maria Helena Cotta Cardozo, que votou contra o recurso do ex-atleta.

O julgamento acabou suspenso nesta terça por um pedido de vista e será retomado no mês que vem. Patrícia da Silva, relatora, até votou a favor do recurso, mas duas conselheiras foram contra.

Na ação, a Receita Federal questiona o pagamento de imposto de renda sobre rendimentos com patrocínios e torneios entre 1999 e 2002 por meio da empresa Guga Kuerten Participações.

A Receita entende que o rendimento é do próprio Guga e que, sendo assim, deveria ser tributado como pessoa física. Já o ex-jogador afirma que precisa de uma estrutura empresarial para exercer as atividades, por isso a remuneração decorrente de direito de imagem, por exemplo, é de sua empresa, e não apenas da pessoa física.

Veja também

Federação divulga tabela da retomada do Campeonato Paulista
Futebol

Federação divulga tabela da retomada do Campeonato Paulista

Estigma racista do goleiro negro persiste desde derrota na Copa de 1950
Futebol

Estigma racista do goleiro negro persiste desde derrota na Copa de 1950