A-A+

Guto fecha treino e não dá pistas para estreia no Estadual

Com possíveis mudanças no time considerado ideal, treinador rubro-negro não deve abrir treinos até o clássico

Guto Ferreira, técnico do SportGuto Ferreira, técnico do Sport - Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Sem saber se poderá contar com todo o elenco para a estreia do Estadual, o técnico Guto Ferreira resolveu fechar o treino do Sport, nesta quarta-feira (15), no CT José de Andrade Médicis, em Paratibe. Os próximos três trabalhos, até a data do clássico, também devem ocorrer com os portões fechados.

Como o Sport segue punido, pela Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), de inscrever jogadores, Guto deve ter testado novas formações, de olho no clássico. Na equipe ideal para este início de Pernambucano, o treinador vinha trabalhando com Mailson (Luan Polli); Raul Prata, Chico, Adryelson e Sander; William Farias, Jean Patrick e Lucas Mugni; Yan, Elton e Marquinhos. Como cinco desses ainda não estão aptos para entrar em campo, alterações devem ser feitas pelo técnico. Guto esperava que o imbróglio com Mark González fosse resolvido até esta quarta, para ter mais tranquilidade para trabalhar.

No mais, nas atividades realizadas neste início de ano, o comandante leonino vinha dividindo o grupo em três. Além do time considerado titular apresentado acima, Guto tinha montado a segunda formação com Luan Polli (Mailson); Ewerthon, Cleberson, Elenilson e Luciano Juba; João Igor, Betinho e Pablo Pardal; Ewandro, Juninho e Barcia, e a terceira com Carlos Eduardo; Matheusinho, Rafael Thyere, Alê Santos e Vicente; Marcão, Ronaldo e Rithely; Maxwell, Diego Noronha e Pedro Maranhão.

Leia também:
Correndo contra o tempo, Sport pode estrear sem 15 atletas
Com três equipes, Guto arma possível Sport para clássico

Veja também

Com mudanças no meio e no ataque, Náutico encara a Ponte
Futebol

Com mudanças no meio e no ataque, Náutico encara a Ponte

"Não podemos fazer de muleta", diz Marcão sobre cansaço por viagem de volta de Cuiabá
Sport

"Não podemos fazer de muleta", diz Marcão sobre cansaço por viagem de volta de Cuiabá