Hamilton é pole com volta mais rápida da história no GP da Austrália

Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel ficaram em segundo e terceiro, respectivamente

Lewis HamiltonLewis Hamilton - Foto: Paul Crock/AFP

Atual campeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton iniciou a temporada 2018 com o pé direito, conquistando a pole position do Grande Prêmio da Austrália na madrugada deste sábado (24) com direito a recorde. O piloto britânico liderou o Q1 do treino classificatório, ficou em segundo no Q2, mas registrou o melhor tempo do Q3 para garantir a primeira posição na largada da prova de domingo (25), no circuito de Albert Park em Melbourne.

Leia também:
Hamilton critica falta de diversidade na Fórmula 1
Rumores esquentam Fórmula 1 antes do início da temporada


Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel ficaram em segundo e terceiro, respectivamente.
O piloto da Mercedes fez 1min21s164, melhor marca da história do autódromo e com larga vantagem grande para o 1min21s828 de Raikkonen e o 1min21s838 de Sebastian Vettel. Depois das duas Ferraris ficaram as Red Bulls de Verstappen (1min21s879) e Daniel Ricciardo (1min22s152).

O Q1 teve Lewis Hamilton terminando no topo e a ascensão das Ferraris, que haviam ficado em quarto e quinto nos treinos livres de sexta-feira e já tinham ido bem no terceiro treino livre, também realizado no sábado. Raikkonen encerrou a primeira parte da atividade na segunda colocação, seguido de Sebastian Vettel. As duas Red Bulls, Max Verstappen e Daniel Ricciardo, completaram o top 5. Parceiro de Hamilton, Bottas foi apenas o nono.

Os eliminados na primeira parte foram os dois pilotos da Toro Rosso, Brendan Hartley (16º) e Pierre Gasly (20º), a dupla da Sauber, Marcus Ericsson (17º) e Charles Leclerc (18º) e o substituto de Felipe Massa na Williams, Sergey Sirotkin (19º).

Hamilton continuou no topo na abertura do Q2, chegando a abrir quase meio segundo de vantagem para Raikkonen, porém Vettel aproveitou a última volta que teve para ser o primeiro piloto a registrar uma volta nada casa do 1min21s, com 1min21s944, e concluir a etapa na primeira posição.

Hamilton ficou em segundo, com 0s107 a menos que Vettel, seguido de perto por Bottas (+0s145), que teve melhora significativa em relação ao começo do treino. Inicialmente em segundo Raikkonen acabou a etapa em quinto, pois Verstappen também o superou e ficou em quarto - Ricciardo foi o sexto.

Se despediram no Q2 as duplas de McLaren e Force India, assim como Lance Stroll, da Williams. Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne ficaram em 10º e 11º, respectivamente, seguidos por Sergio Perez (13º), Stroll (14º) e Ocon (15º).

O Q3 começou e logo teve bandeira vermelha, pois Bottas abusou da ousadia na curva 2 e perdeu o controle do carro, que bateu com a traseira no muro e teve seu lado direito despedaçado, sujando toda a pista. O finlandês saiu ileso do acidente, mas foi obrigado a passar por um teste médico.

Por conta dos danos ao carro, será necessária a troca de câmbio antes da corrida, o que fará com que Bottas perca cinco posições no grid. Após a corrida, o piloto explicou que a grama úmida por conta da chuva que caiu antes do treino classificatório contribuiu para que ele perdesse controle após a realização de uma curta mais aberta do que o ideal.

Na continuação, Hamilton voltou com tudo e não deu chances para a concorrência, terminando com folgas com o melhor tempo do dia: 1min21s164. A última volta do britânico deixou o trio Raikkonen, Vettel e Verstappen a mais de meio segundo de distância. Segundo, terceiro e quarto colocados, respectivamente, os três pilotos ficaram na casa do 1min21s800.

Veja o grid de largada do GP da Austrália:
1. Lewis Hamilton (Mercedes) 1min21s164
2. Kimi Raikkonen (Ferrari) 1min21s828
3. Sebastian Vettel (Ferrari) 1min21s838
4. Max Verstappen (Red Bull) 1min21s879
5. Daniel Ricciardo (Red Bull)1min22s152
6. Kevin Magnussen (Haas) 1min22s187
7. Romain Grosjean (Haas)* 1min23s339
8. Nico Hulkenberg (Renault) 1min23s532
9. Carlos Sainz Jr. (Renaut) 1min23s577
10. Valtteri Bottas (Mercedes)*
11. Fernando Alonso (McLaren) 1min23s692
12. Stoffel Vandoorne (McLaren) 1min23s853
13. Sergio Perez (Force India) 1min24s005
14. Lance Stroll (Williams) 1min24s230
15. Esteban Ocon (Force India) 1min24s786
16. Brendon Hartley (Toro Rosso) 1min24s532
17. Marcus Ericsson (Sauber) 1min24s556
18. Charles Leclerc (Sauber) 1min24s636
19. Sergey Sirotkin (Williams) 1min24s922
20. Pierre Gasly (Toro Rosso) 1min25s295
*Bottas perderá cinco posições no grid por trocar o câmbio após a batida no Q3

Veja também

São Paulo tem decisão contra Fortaleza de Rogério Ceni
Futebol

São Paulo tem decisão contra Fortaleza de Rogério Ceni

Lewis Hamilton conquista pole position no GP de Portugal
Fórmula 1

Lewis Hamilton conquista pole position no GP de Portugal