A-A+

Futebol

Hélio não comanda Náutico diante do Brasil

Treinador recebeu terceiro cartão amarelo e está suspenso; Guilherme dos Anjos será o substituto

Hélio dos AnjosHélio dos Anjos - Foto: Tiago Caldas/CNC

O Náutico não terá o técnico Hélio dos Anjos à beira do gramado do Bento de Freitas, nesta quinta (28), contra o Brasil de Pelotas, pela Série B do Campeonato Brasileiro 2021. O treinador recebeu o terceiro cartão amarelo, no jogo anterior, contra o Vasco, e está suspenso.

Sem Hélio dos Anjos, o Náutico deve ser comandado pelo auxiliar, Guilherme dos Anjos. O treinador já havia desfalcado o Timbu anteriormente na Série B, no duelo ante o Londrina, pela sexta rodada da competição - o profissional fora expulso no confronto perante o Botafogo, no compromisso anterior.

Nono colocado da Série B, com 45 pontos, o Náutico está sete abaixo do Goiás, quarto, com 52. Para terminar a temporada no G4, alcançando o acesso à Série A, o Timbu sabe que precisará melhorar os números defensivos. Os pernambucanos possuem a terceira pior defesa da competição, com 39 gols sofridos - mesma quantidade, inclusive, do Brasil de Pelotas. A dupla só buscou menos bolas na rede do que Confiança (42) e Brusque (46).

“Realmente isso (gols sofridos) é algo que vem nos incomodando. Estamos trabalhando, principalmente em alguns aspectos táticos, específicos de algumas funções e tomadas de decisões. Nos incomoda muito em função de que, com essa mesma proposta de jogo, na maior parte do tempo em que nós estivemos à frente do Náutico, tivemos uma média de gols sofridos muito baixa. Chegamos a ter, dentro da temporada, abaixo de um por jogo. É algo que a gente bate muito na tecla e agora a gente está um pouco fora dessa linha”, ressaltou o auxiliar.

Veja também

Tragédia com avião da Chapecoense completa cinco anos em meio a dor e espera por indenização
Acidente aéreo

Tragédia com avião da Chapecoense completa cinco anos em meio a dor e espera por indenização

Filhos de Cléber Santana seguem passos do pai e sonham com homenagem
Futebol

Filhos de Cléber Santana seguem passos do pai e sonham com homenagem