Futebol

Hereda se diz mais maduro em segunda final pelo Náutico e acredita em correção de erros da equipe

Cria da base alvirrubra, o lateral estava no elenco que ficou com o vice em 2019, também diante do Sport

Hereda, lateral do NáuticoHereda, lateral do Náutico - Foto: Tiago Caldas/CNC/Divulgação

A partida de volta da final do Pernambucano 2021, no próximo domingo (21), diante do Sport, marca a segunda decisão estadual do lateral-direito alvirrubro Hereda, cria da base do clube. Em 2019, também contra o Leão da Ilha, o Náutico não contou com a sorte, perdendo nos pênaltis. Dessa vez, o jovem lateral do Timbu quer escrever uma história diferente no clube.

Hereda se diz mais maduro na segunda final, quer espantar a ansiedade e acredita na confiança da equipe para conquistar o título estadual, consertando erros da partida de ida. Para ele, não pode haver erro em clássico.  

"Aquele foi meu primeiro ano profissional, minha primeira final também, tava um pouco nervoso. Creio que estou um pouco mais experiente, mais focado e concentrado, com ajuda da equipe. Querendo ou não, por se tratar de final, todo mundo fica ansioso, mas faz parte. O grupo não muda muito, por se tratar de final, todo mundo quer a mesma coisa, ser vitorioso. A gente acredita bastante na nossa equipe. Temos confiança total. Vamos bem focados pra esse jogo. Sabemos que erramos em alguns detalhes e em clássico não se erra. Vamos treinar bastante nessa semana e fazer nesse jogo o que não fizemos no jogo passado", afirmou. 

O lateral destacou a importância da cobrança do técnico Hélio dos Anjos com o elenco. Para ele, o estilo do treinador passa confiança para os atletas. 

"O professor cobra bastante, independente do time. Claro que a final tem um peso maior, mas ele fala o que tem falar, na cara, pra resolver. É muito importante isso, ele passa confiança pra gente, passa vídeos, ensinando o que a gente errou, o que a gente pode melhorar", destacou.

Para a partida do próximo domingo, o Náutico precisa vencer para garantir o título e Hereda acredita em uma mudança de postura da equipe, para corrigir os erros do empate na partida de ida. 

"Acho que a gente tem que melhorar em relação a tudo, tanto na frente, quanto atrás. A gente é uma equipe que tá sempre vencendo, então a gente tem que estar sempre bem. Tanto a zaga quanto o ataque, faz parte errar e a gente procura não errar. O grupo tem que melhorar mais", concluiu.

Veja também

Novo presidente do Sport será escolhido via eleições diretas
Futebol

Novo presidente do Sport será escolhido via eleições diretas

Tite promete novas mudanças no Brasil e critica gramado do Nilton Santos
Seleção Brasileira

Tite promete novas mudanças no Brasil e critica gramado do Nilton Santos