Hino de Hong Kong é vaiado antes de partida contra o Irã

Duelos pelas Eliminatórias Asiáticas serviu de palco para os torcedores protestarem contra o governo chinês

"Hong Kong não é a China", protestou o torcedor em bandeira "Hong Kong não é a China", protestou o torcedor em bandeira  - Foto: Anthony Wallace / AFP

Torcedores de Hong Kong vaiaram nesta terça-feira o hino nacional, que também é o hino da China continental, antes de uma partida de futebol contra o Irã, em protesto contra a política de Pequim nos últimos meses.

As manifestações contra o governo pró-Pequim, que já duram três meses, encontraram apoiadores nas arquibancadas antes da partida válida pelas eliminatórias para a Copa do Mundo-2022, uma derrota de Hong Kong por 2 a 0 para o Irã.

A ex-colônia britânica atravessa há três meses sua pior crise desde que foi reintegrada à China em 1997, com manifestações diárias para denunciar a perda de liberdades e o aumento das ingerências de Pequim nos assuntos internos de Hong Kong.

Milhões de pessoas participam das manifestações, que se transformaram em um apelo por democracia e mais independência em relação ao regime chinês.

Nesta terça-feira, o hino nacional, a "Marcha dos voluntários", foi vaiado no estádio, que contou com público de cerca de 14.000 pessoas. Alguns torcedores também ecoaram os gritos de "Glória a Hong Kong" e "Liberem Hong Kong".

"Eu acredito que o futebol é o meio mais pacífico de mostrar nossas reivindicações", declarou à AFP Christopher Chung, um torcedor de 22 anos.

"Quando vejo tanta gente nos jogos, fico realmente feliz", completou. 

Leia também: 

Medalhistas fazem protestos anti-Trump no pódio do Pan

Corinthians repudia detenção de torcedor por protesto  

Veja também

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos
Náutico

'Poderia ter sido de quatro', exalta Hélio dos Anjos após 1ª vitória no retorno aos Aflitos

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time
Liga dos Campeões

Uefa analisa Liga dos Campeões com mínimo de 10 jogos por time