Histórico aponta para equilíbrio em Timbu x Belo

Ao todo, as equipes já se enfrentaram 19 vezes. São sete vitórias de cada lado e cinco empates

Gilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico Gilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico  - Foto: Léo Lemos/Náutico

Náutico e Botafogo/PB duelarão no sábado, no Almeidão, pela 17ª rodada do Grupo A da Série C 2019. Um embate direto de duas equipes que brigam por uma vaga no G4 para avançar para as quartas de final do torneio. Promessa de jogo equilibrado não somente pelas situações dos times na tabela, como também pelo histórico de confrontos.

Ao todo, as equipes já se enfrentaram 19 vezes. São sete vitórias de cada lado e cinco empates. Nas seis partidas mais recentes, cada clube venceu três - nesses casos, o mandante sempre levou a melhor. Ao todo, os paraibanos balançaram as redes 26 vezes, enquanto os pernambucanos marcaram 30 gols. Na Paraíba, porém, o Timbu só tem um triunfo em oito jogos, empatando duas vezes e perdendo cinco.

Leia também:
Rafael Oliveira é dúvida para jogo contra o Botafogo/PB
Náutico não terá Jiménez para jogo contra o Botafogo/PB
Dal Pozzo comemora rápida recuperação de Thiago


Esse será o terceiro jogo entre Botafogo e Náutico em 2019. No primeiro, o Belo venceu por 2x1, no Almeidão, pela semifinal da Copa do Nordeste. A outra partida foi pelo primeiro turno do Grupo A. O placar foi o mesmo, mas com o triunfo alvirrubro, nos Aflitos.

No confronto, apenas o Náutico pode se classificar antecipadamente para a fase de mata-mata. Vice-líder da chave, com 27 pontos, o Timbu precisa somente de um empate. Caso consiga, a equipe chegará aos 28, podendo permanecer na vice-liderança ou cair uma posição, se o Confiança (3º) vencer o Treze (9º), no Batistão.

A vaga estará garantida porque o Botafogo, hoje em quinto, estacionaria nos 25 pontos e não teria como passar o Náutico na rodada final mesmo se vencer seu confronto posterior, somado ao tropeço do concorrente no clássico contra o Santa Cruz - os alvirrubros levariam vantagem no critério do número de vitórias. Na pior das hipóteses, o Timbu encerraria sua a participação na quarta colocação.

Maylson
Sem jogar desde abril por conta de uma série de lesões musculares, o meia Maylson voltou aos treinamentos com bola nesta semana. Ainda não há data prevista para o jogador voltar a se relacionado pelo técnico Gilmar Dal Pozzo. Outra boa notícia para os alvirrubros é a possibilidade de o lateral-esquerdo Wilian Simões retornar ao time após se recuperar de uma entorse no tornozelo esquerdo. Em sua ausência, o treinador acionou Erick Daltro contra o Sampaio Corrêa. Por outro lado, o volante Jiménez recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Jhonnatan deve ser o substituto.

Veja também

Flamengo tem mais quatro jogadores, Domènec e Landim com Covid-19
Coronavírus

Flamengo tem mais quatro jogadores, Domènec e Landim com Covid-19

Governo Doria veta torcida nos jogos do Brasileiro e da seleção em São Paulo
Coronavírus

Governo Doria veta torcida nos jogos do Brasileiro e da seleção em São Paulo