Holanda suspende definitivamente campeonato nacional, que não terá campeão

Liga neerlandesa se torna a primeira na Europa que é cancelada em decorrência da crise da saúde

Ziyech, meia destaque do AjaxZiyech, meia destaque do Ajax - Foto: Maurice van STEEN / ANP / AFP

A Federação Holandesa de Futebol (KNVB) suspendeu definitivamente o Campeonato Holandês 2019-2020, que não terá um campeão, devido à crise do coronavírus, anunciou nesta sexta-feira (24) a entidade.

A Holanda se converte assim o primeiro país da Confederação Europeia (Uefa) a suspender definitivamente seu campeonato.

Leia também:

Uefa libera R$ 408 milhões para dividir entre 676 clubes em meio à pandemia

Uefa adia Eurocopa feminina de 2021 para 2022 

"Infelizmente, diante das medidas (contra aglomerações) tomadas pelo governo, se tornou impossível acabar a temporada 2019-2020", explicou a KNVB em comunicado.

A 'Eredivisie' (primeira divisão) e a 'Eerste divisie' (segunda) estavam suspensas desde 12 de março como consequência da pandemia do novo coronavírus.

Em um primeiro momento, estes campeonatos foram adiados até 6 de abril, mas, em 31 de março, foi anunciada a prolongação da suspensão para 1º de junho.

O anúncio da suspensão definitiva da competição acontece um dia após a Uefa fazer uma "forte recomendação" para que os campeonatos nacionais sejam concluídos até 3 de agosto.

A Uefa, porém, também afirmou que "alguns casos especiais serão estudados, após as linhas diretrizes relacionadas à participação nas competições europeias para os campeonatos cancelados serem definidas".

Restavam oito rodadas a disputar na Eredivisie, além de uma rodada de acesso da segunda para a primeira divisão. 

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Brasil nada bem e conquista vaga na final do 4x100m livre masculino nas Olimpíadas
Jogos Olímpicos

Brasil nada bem e conquista vaga na final do 4x100m livre masculino nas Olimpíadas

Covid começa a tirar algumas estrelas dos Jogos de Tóquio
Jogos Olímpicos

Covid começa a tirar algumas estrelas dos Jogos de Tóquio