Ida para Manchester United foi brusca, diz Alexis Sánchez

Fracas atuações do chileno pelos Red Devils renderam inúmeras críticas ao atacante, o jogador mais bem pago da Inglaterra

Chileno em ação pelo UnitedChileno em ação pelo United - Foto: AFP

Alexis Sánchez confessou nesta quarta-feira que a ida para o Manchester United no meio da temporada, após meses de suspense e eliminação do Chile para a Copa do Mundo, foi uma mudança "brusca" que minou suas expectativas de rendimento no início defendendo os Diabos Vermelhos.

Sánchez chegou a Old Trafford como jogador mais bem pago do futebol inglês, mas as frágeis atuações e a surpreendente eliminação na Liga dos Campeões para o Sevilla, pelas oitavas de final, colocou o chileno no olho do furacão.

Leia também:
Mourinho coloca Sánchez entre os melhores atacantes
Guardiola não guarda rancor de Sánchez por preferir United
Sánchez será jogador mais bem pago do Inglês no United
"Foi algo brusco para mim, porque é a primeira vez que eu troco de time em janeiro", lançou o 'Niño Maravilla' durante coletiva de imprensa em Estocolmo, onde a seleção chilena se prepara para enfrentar a Suécia no sábado.

O atacante confessou que "esperava algo melhor" de seu início no time do técnico português José Mourinho.

"Foi muito difícil, ficamos fora do Mundial, cheguei a meu clube que era nesse momento o Arsenal, me machuquei em um momento que se quebrou o passe. Não fui para outro time e no final estou em um time que é o United, um dos maiores do mundo", segundo declarações difundidas na imprensa chilena.

Mourinho confiou que a próxima temporada "será melhor" para o craque chileno. Ainda assim, ídolos do clube inglês criticaram o baixo rendimento do jogador.

Fora do clube, o atacante enfrenta um reencontro agridoce com a "La Roja", que no sábado inicia a era sob comando do técnico colombiano Reinaldo Rueda, de olho na Copa América do Brasil-2019. Os chilenos defendem o bicampeonato obtido no Chile-2015 e na Copa Centenário de 2016.

Sánchez colocou panos quentes sobre os enfrentamentos que iniciaram no interior da seleção chilena, após a eliminação para a Copa do Mundo. O jogador lembrou que o time é "uma família", garantindo que o capitão e goleiro Claudio Bravo tem as "portas abertas" no grupo.

O arqueiro do Manchester City iniciou uma confusão no Chile, antes de Rueda assumir o comando, ao deixar a mini turnê europeia por discrepâncias com a dirigência do futebol chileno.

Veja também

São Bento tem surto de Covid e terá de escalar goleiro na linha pela Série C
Futebol

São Bento tem surto de Covid e terá de escalar goleiro na linha pela Série C

Após domínio no clássico, 'entusiasmo' é celebrado no Sport para sequência na Série A2
Futebol Feminino

Após domínio no clássico, 'entusiasmo' é celebrado no Sport para sequência na Série A2