Identificação dos corpos pode ser concluída nesta quarta

A Força Aérea Brasileira já tem aeronaves preparadas, em Manaus, aguardando para fazer os translados

Daniel Coelho foi o entrevistado da Rádio Folha 96.7 FMDaniel Coelho foi o entrevistado da Rádio Folha 96.7 FM - Foto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

Até o final da manhã desta quarta-feira, 20 corpos das vítimas do avião que caiu na cidade de La Unión, a 60 km de Medellín (Colômbia), já haviam sido identificados por técnicos da Polícia Federal e do Itamaraty, que chegaram nesta madrugada à cidade, em aviões da FAB (Força Aérea Brasileira).

A expectativa das autoridades brasileiras e colombianas é que todos os 71 mortos sejam identificados até o fim do dia ou nesta quinta (1º). A FAB tem dois aviões preparados em Manaus para buscar os corpos das vítimas, integrantes do elenco, comissão técnica e dirigentes da Chapecoense e jornalistas brasileiros.

O Ministério das Relações Exteriores cogita fazer viagens escalonadas para trazer os corpos, ou seja, liberá-los conforme os atestados de óbito forem concluídos. De qualquer maneira, o objetivo é de que até sexta-feira (2) todos eles já estejam em solo brasileiro.

Sobreviventes
Os seis sobreviventes do acidente mostram evolução. Segundo médicos, o goleiro Jackson Follman continua em estado crítico e em observação, mas houve evolução. Ele teve a perna direita amputada na altura do joelho e o membro esquerdo apresenta problemas vasculares e musculares.

O lateral Alan Ruschel teve uma fratura na coluna vertebral, passou por cirurgia e, segundo a médica Ana María González, não teve danos neurológicos nem no movimento dos membros inferiores. Inicialmente, especulou-se que ele poderia ficar paraplégico.

O zagueiro Neto continua entubado, em estado grave, mas abre os olhos e começou a tossir. Como tem ferimentos abertos nas pernas e passou muito tempo exposto aos resíduos da aeronave, ele voltará ao centro cirúrgico para um procedimento de assepsia.

O jornalista Rafael Henzel também está com aparelhos, mas seu estado é estável. Ele e Neto estão em período de observação e a equipe médica aguarda as próximas 48 horas para ter dados mais concretos acerca do estado deles. Não há previsão para que os quatro sobreviventes retornem ao Brasil. Isso dependerá da evolução no processo de reabilitação.

Diversos governos e autoridades manifestaram solidariedade às vítimas e a suas famílias. Entre eles o papa Francisco, que "pede ao Senhor que derrame sobre os familiares das vítimas os dons da serenidade espiritual e da esperança cristã, e compartilha de coração a bênção apostólica".
O governo federal decretou luto oficial de três dias. A cidade de Chapecó, decretou 30.

Familiares
O Ministério das Relações Exteriores do Brasil informou que montou um núcleo 24 horas para dar apoio a brasileiros no terminal executivo do aeroporto Olaya Herrera, em Medellín (Colômbia). O núcleo conta com a presença de médico, psicólogo, funcionários da prefeitura local, do Ministério de Relações Exteriores colombiano, e de agentes consulares da Embaixada do Brasil na Colômbia.

Foram confirmadas 71 mortes na queda do avião, incluindo 19 jogadores do time da Chapecoense e 20 jornarlistas de TV e rádio. Além de atender familiares e amigos das vítimas do acidente, a equipe do núcleo cuidará dos trâmites burocráticos para que os corpos possam ser rapidamente transportados para o Brasil.

Veja também

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico
FUTEBOL

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles
Seleção Brasileira

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles