Ifab analisa testes com recursos de vídeo no futebol

A decisão definitiva sobre a instauração ou não do recurso de vídeo deve ser tomada em março de 2018

A International Board (Ifab), organismo responsável pelas regras de futebol, vai estudar os resultados dos testes sobre uso de vídeo e da possibilidade de mais uma substituição na prorrogação, dia 3 de março, em Londres, durante a assembleia geral da instituição. A reunião vai ser realizada no estádio Wembley, um ano depois dos testes impostos pela Ifab.

"A assembleia geral vai receber as conclusões dessa primeira fase de experiências e informações detalhadas das provas ao vivo, que podem influenciar o árbitro e que vão começar a ser implementadas em 20 competições em 2017", explicou a Ifab.

Em março de 2016, o organismo tinha autorizado testes durante dois anos, o primeiro passo para uma mudança que pode ser muito relevante para a história do futebol. Os casos em que o assistente de vídeo terá peso sobre o árbitro central são quatro: validação de gol, cartão vermelho, pênalti e para advertir algum jogador, caso haja dúvida.

A decisão definitiva sobre a instauração ou não do recurso de vídeo deve ser tomada em março de 2018. A assembleia geral também vai estudar a possibilidade de uma quarta substituição, em caso de prorrogação.

A Ifab lançou em março de 2016 uma fase experimental de dois anos, em competições como o torneio feminino das Olimpíadas Rio-2016 e o campeonato Europeu Sub-21 da Polônia. Nos Jogos do Rio, a quarta substituição foi utilizada pela primeira vez, dia 12 de agosto, nas quartas de final entre os Estados Unidos e a Suécia.

Veja também

São Paulo e Inter duelam pela liderança do Brasileiro
Campeonato Brasileiro

São Paulo e Inter duelam pela liderança do Brasileiro

Pai de David Alaba nega transferência do filho para o Real Madrid
Futebol Internacional

Pai de David Alaba nega transferência do filho para o Real Madrid