Impasses deixam Neymar perto de permanecer no PSG

O PSG segue firme na postura de que só a quantia de 222 milhões de euros paga por sua contratação há dois anos é capaz de validar uma transferência

Neymar JrNeymar Jr - Foto: Franck Fife / AFP

A uma semana do encerramento da janela internacional de transferências, o Paris Saint-Germain já arma o cenário para o "fico" de Neymar.

O clube francês tem postura intransigente em negociações com o Barcelona e não cedeu a pressão criada pelo entorno do brasileiro até o momento. De nada adiantou a ausência do camisa 10 no Parque dos Príncipes, na goleada do PSG por 4 a 0 contra o Toulouse, se ainda há impasses longe de serem solucionados para a sua venda.

O PSG segue firme na postura de que só a quantia de 222 milhões de euros paga por sua contratação há dois anos é capaz de validar uma transferência. O problema é que, para isso, a vinda de um substituto de classe A do futebol mundial é considerada vital. Neste aspecto, a negociação com Paulo Dybala, da Juventus, ainda em andamento, precisaria ser assegurada nos próximos dias.

Leia também:
Barcelona faz nova proposta para tirar Neymar do PSG
Dybala conversa com PSG e vira peça-chave para saída de Neymar
"Nenhum avanço" na transferência de Neymar, diz Leonardo

Sem ter dinheiro para a operação, o Barcelona teve propostas de empréstimos recusadas. Desacreditando em um acordo com o PSG, o clube ainda emprestou Philippe Coutinho ao Bayern de Munique e agora encara a resistência de Dembélé de ser incluído em uma oferta final ao clube francês.

Neymar segue empenhado na ideia de atuar por outro clube, seja ele o Barcelona ou o Real Madrid, que também tem conversas com o PSG e cria a expectativa no próprio jogador de fazer uma volumosa oferta nos dias finais de mercado aberto. Mas aos próximos, ele já admite a possibilidade de ficar no clube francês. Algo que era inimaginável quando tomou a decisão de saída no fim de maio.

No duelo contra o Toulouse, nada de manifestações da torcida do PSG contra Neymar, no Parque dos Príncipes. A sensação criada há duas semanas de fim de ciclo, com xingamentos e cartazes ofensivos ao brasileiro, era de que a transferência seria concretizada. Com o passar do tempo, o cenário foi sendo modificado.

O PSG chegou a afastar Neymar de treinamentos do grupo enquanto conduzia negociações com o Barcelona. Porém, na semana passada, ele realizou todas as atividades do grupo, sendo que na manhã desse domingo (25) participou até de treino tático com o time- é uma prática do treinador Thomas Tuchel realizar treinamentos em dias de jogo em Paris.

Na última entrevista concedida sobre o caso Neymar, o diretor do PSG, Leonardo, se referiu ao brasileiro como um "bom menino" e disse que ainda tratava de negociar sua saída. O entorno do jogador, no entanto, jamais viu o Barcelona próximo de um acordo.
Antes do encerramento da janela internacional de transferências, o PSG ainda atua outra vez pelo Campeonato Francês. A partida será contra o Metz, sexta-feira (30), fora de casa.

"Nosso objetivo é o de encontrar solução o mais rápido possível para o caso do Neymar. Infelizmente não está claro ainda. Nós vamos tentar fazer ele jogar na sexta feira, mas não temos essa garantia", disse o treinador Thomas Tuchel após o duelo contra o Toulouse.

Veja também

Zidane diz que Eden Hazard está "preparado" para voltar
Futebol

Zidane diz que Eden Hazard está "preparado" para voltar

Doze times disputam últimas vagas para fase de grupos da Champions; confira jogos
Futebol Internacional

Doze times disputam últimas vagas para fase de grupos da Champions; confira jogos