Derrota histórica

Imprensa argentina repercute derrota histórica do Brasil no Geraldão, pelo Sul-americano de vôlei

A Seleção brasileira foi derrotada pela primeira vez no torneio continental; argentinos comemoraram depois de 59 anos

Argentina fez história ao derrotar o Brasil e conquistar o título do Sul-americano de vôlei, no Geraldão Argentina fez história ao derrotar o Brasil e conquistar o título do Sul-americano de vôlei, no Geraldão  - Foto: Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco

Na última quarta-feira (30), no Geraldão, a Seleção brasileira masculina de vôlei teve sua primeira derrota no torneio Sul-americano da categoria. O segundo título da Argentina, dessa vez superando o maior rival do continente, teve grande repercussão na imprensa do país vizinho. 

Até então, o único título da Argentina no Sul-americano tinha acontecido em 1964- numa edição que não contou com a participação brasileira. Os outros 33 torneios terminaram com o título do Brasil. 

O Diario Olé exaltou a relevância desse título conquistado pelos argentinos com a chamada "Argentina fez história" ressaltando os 33 títulos brasileiros. 

O Jornal Página 12 citou a presença da torcida brasileira no Ginásio Geraldão, no Recife, que causou um "ambiente hostil" para os argentinos.

"Em um dia histórico para o vôlei argentino, a equipe comandada por Marcelo Méndez sagrou-se campeã sul-americana no Brasil nesta quinta-feira, título que não conquistava há 59 anos. Em Recife, em um ambiente hostil e contra um adversário que havia sido coroado em 33 das últimas 34 edições do torneio, a Argentina venceu em três sets: 25-19, 29-27 e 25-22", escreve o jornal. 

Destaque do título argentino. Foto: Reprodução/ Página 12

As páginas do jornal Clarín destacaram o tamanho dos últimos feitos alcançados pela atual geração do vôlei argentino "destinada a fazer história". Conquistaram o bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio- contra o Brasil- e agora se sagraram campeões. 

"A atual geração da seleção argentina de vôlei parece destinada a fazer história. A medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, a boa evolução em diferentes torneios sob o comando de Marcelo Méndez, desbloqueou um novo patamar nesta quarta-feira. Ao mesmo tempo em que as luzes estavam em Miami com Lionel Messi e Avellaneda com a revanche entre Racing e Boca, a Albiceleste arrebatou pela primeira vez do Brasil um título no Sul-Americano masculino. Foi no Recife e por um sonoro 3 a 0", diz uma parte do texto. 

Destaque no Clarín. Foto: Reprodução/ Clarín

 

Veja também

Perto de encarar Sport, Hulk minimiza seca de gols: 'Importante é todos estarem bem e logo marcarei'
Futebol

Perto de encarar Sport, Hulk minimiza seca de gols: 'Importante é todos estarem bem e logo marcarei'

Sport x Atlético-MG: quase 14 mil ingressos vendidos para jogo válido pela Copa do Brasil
Sport

Sport x Atlético-MG: quase 14 mil ingressos vendidos para jogo válido pela Copa do Brasil

Newsletter