Investir no quadro de sócios é fundamental para os times de futebol

Em Recife, os dois principais representantes da torcida pernambucana começam a mostrar força nesse quesito.

Torcedores do PalmeirasTorcedores do Palmeiras - Foto: divulgação

Programas de sócios-torcedores apresentam excelentes retornos para os clubes de futebol no Brasil. Não só os clubes se beneficiam pelas melhorias financeiras e maior possibilidade de investimentos, os torcedores também recebem regalias.

A compra de ingressos ficou mais fácil via plataforma online. É possível acompanhar as últimas notícias do clube em tempo recorde com o acesso à plataforma de notícias restrita aos sócios-torcedores.

Durante um bom tempo o Grêmio liderava o ranking entre os times com mais torcedor-sócios do país.

O São Paulo, que ficava atrás do Corinthians, Palmeiras e Grêmio, alcançou em 2018 o topo da lista e passa a ser o time com mais sócios do Brasil, com mais de 154.500 torcedores associados.

No último ranking divulgado recentemente pelo site Futebol Melhor, os times com mais sócios no Brasil são:

1 – São Paulo – 154.538
2 – Grêmio – 148.432
3 – Palmeiras – 130.547
4 – Atlético – 116.202
5 – Corinthians – 116.117
6 – Internacional – 112.756
7 – Cruzeiro – 81.676
8 – Sport – 44.355
9 – Fluminense – 39.343
10 – Coritiba – 30.279

Como o quadro social contribui para o crescimento do clube?

Não só os maiores clubes do Brasil se beneficiam com o quadro social. No Recife, os dois principais representantes da torcida pernambucana começam a mostrar força nesse quesito. Clubes como o Náutico, por exemplo, promovem o incentivo a essa prática e realiza campanhas mobilizadoras junto aos torcedores.

Após a divulgação de uma mobilizadora campanha de marketing, o clube aumentou em até cinco vezes o número de sócios num período muito rápido, de apenas um mês. Antes da campanha “Nação Timbu” o time contava com apenas 1.800 associados e passou a ter oito mil.

O vice-presidente de Marketing do clube, Ricardo Mello, disse à imprensa que o objetivo para 2019 é alcançar a meta de 10 mil novos sócios até janeiro. Os valores arrecadados pelo clube são aplicados para quitar dívidas e atrasos. A estimativa em lucros é de R$ 250 mil ao longo de 2019.

Torcedores do Sport

Torcedores do Sport - Foto: divulgação

O Sport também conta com os sócios para decisões importantes no time. Atualmente, possui 14.119 sócios ativos que participaram da votação do novo presidente executivo que assumirá o cargo em 2019/2020. O direito ao voto é concedido somente aos torcedores com idade superior a 18 anos e que já participam como sócios por pelo menos um ano.

Os times mais endividados e os que mais lucram no Brasil

De acordo com os últimos balanços realizados pela consultoria BDO, o Flamengo é o time de maior arrecadação, somando em torno de R$ 648,7 milhões. O Palmeiras vem em segundo lugar, com receitas de R$ 503,7 milhões. O São Paulo fatura R$ 482,6 milhões e Corinthians aparece em quarto lugar com total de R$ 391,242 milhões.  Atualmente, o Botafogo e o Internacional são os times mais endividados do Brasil.

O Botafogo ocupa a primeira colocação na tabela dos times com mais dificuldade nas finanças, somando dívidas de R$ 719,2 milhões. Em segundo lugar, vem o  Internacional, com déficit de R$700,5 milhões e, em terceiro, o Fluminense, com R$ 560,6 milhões em endividamento.

Por conta da crise financeira, o Botafogo teve de dividir a obra do CT em etapas. Recebeu financiamento dos irmãos Moreira Salles de 5 milhões para reformas do Espaço Lonier, em Vargem Pequena, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O time possui o programa de sócios “Sou Botafogo” com contribuições a partir de R$ 14,90 com direito a carteirinha personalizada e redes de descontos. Ou a opção de acesso vip a partir de R$ 240 mensais e uma série de benefícios.

Já o Internacional teve fortes danos após o rebaixamento em 2016 e a diminuição de algumas arrecadações significativas. Na TV, por exemplo, o lucro que era antes de R$ 154,4 milhões foi para R$ 107 milhões enquanto estava na série B. A redução  os sócios também contribuiu para o maior endividamento, de R$61,7 milhões passou para R$ 55,7 milhões em lucros oriundos do quadro social.

Times pequenos contam com sua torcida e sócios

Nos últimos anos, principalmente a partir de 2015, o número de sócios teve um aumento significativo em muitos times brasileiros, inclusive nos menores, da série C e D. O Remo, é um exemplo entre os pequenos clubes que mais conseguiram sócios.

O Juventude é outro time pequeno, mas que obteve excelentes resultados e um ótimo crescimento após a conquista de 4.300 novos sócios-torcedores. Na sequência, temos o Santo André, que é um dos maiores “fenômenos”: mesmo sem participação no Campeonato Brasileiro, conquistou mais de 4.200 novos sócios na torcida.

Vantagens do programa de sócios para o clube e a torcida

O programa de sócios ajuda a fortalecer os times brasileiros de futebol, além da possibilidade de melhorias na infraestrutura, novas contratações e participação ativa da torcida nas decisões do clube. O programa de sócios é uma das apostas para aproximar a torcida do seu time de coração e contribuir com o seu crescimento.

As contribuições mensais geralmente são realizadas via cartão de crédito, ou seja, as chances de inadimplência são mínimas. Um ponto importante para manter o sócio-torcedor satisfeito é tratá-lo como um cliente.

É essencial manter em ordem a administração do quadro social, prezar pela sua funcionalidade e garantir ao torcedor tudo aquilo que lhe é prometido. Revista em dia, informes atualizados, descontos efetivos e o uso da tecnologia para facilitar a compra de ingresso e pagamentos é de suma importância.

Alguns clubes, como o Palmeiras, oferecem uma série de benefícios e atividades extras para o sócio “especial” ou vip, como atletismo, música, patinação, natação, clube de leitura, danças e muitos outros. Crianças também podem associar-se - nesse caso, os  valores são diferenciados e a disponibilidade varia entre cada time.

 

Veja também

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno
Sport

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno

Comitê Olímpico Francês cita condições "extremamente difíceis" para atletas que não se vacinarem
Olimpíadas

Comitê Olímpico Francês cita condições "extremamente difíceis" para atletas que não se vacinarem