Ipojuca recebe o Campeonato Brasileiro de Surfe

Primeiras baterias do CBSurf Pro Tour acontecem na sexta (6), com a presença de atletas do Circuito Mundial

Surfista potiguar Jadson AndréSurfista potiguar Jadson André - Foto: Kelly Cestari/WSL

A Praia do Cupe, em Ipojuca, recebe, de 5 a 8 de julho, a primeira etapa do CBSurf Pro Tour 2018, campeonato brasileiro profissional de surfe, que acontece dentro da terceira edição do Rota do Mar Surf and Music. Tita Tavares, Jacqueline Silva, Jadson André e Wiggolly Dantas, são alguns dos que confirmaram presença no evento, que tem o primeiro dia reservado para o meeting técnico. Os dois últimos já representaram o Brasil no Circuito Mundial de Surfe. As baterias do evento estão programadas para começar às 8h da sexta (6). No domingo (8), as finais devem acontecer após às 13h.

Leia também:
Medina e Filipinho farão duelo nas quartas em J-Bay
Presença de tubarão paralisa etapa de Jeffrey's Bay

A disputa vai reunir mais de 100 surfistas de todo o País, superando as expectativas da organização. Estão confirmados representantes de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Alagoas, Paraíba, Espírito Santo, Sergipe, Santa Catarina, Bahia, Rio de Janeiro e Paraná. São Paulo é o estado que mais tem atletas participando, 21 no total, seguido por Pernambuco (18) e Rio Grande do Norte (17).

Além dos pontos válidos para o certame nacional, homologado pelo Comitê Olímpico Brasileiro e pelo Ministério dos Esportes, os vencedores da etapa também receberão uma premiação de R$ 80 mil (escalonados entre as primeiras posições).O valor destinado aos campeões, tanto no masculino, quando no feminino, será R$ 40 mil.

Locais

Entre os mais 70 inscritos nas categorias masculinas, está o quarteto fantástico de Ipojuca, formado por Alan Donato, Júnior Lagosta, Luel Felipe e César Aguiar. Eles têm representado Ipojuca em competições nacionais e internacionais. Luel é o mais experiente do grupo. No ano passado foi campeão PRO AM no San Diego AM SLAM Surf Series, em Ocean Beach, Califórnia, no PRO AM no Revolt Summer Surf Series em Pacific Beach, Califórnia. Chegou oitavas de Final no QS 6.000 Australian Open Of Surfing, Manly Beach, New South Wales, na Autrália, e foi quinto colocado no QS 3.000 Vans Pro Virginia, Virginia Beach, nos Estados Unidos, e obteve a mesma colocação no QS 1.500 de Anfaplace Pro Casablanca, no Marrocos.

Feminino

Quase 30 atletas estão garantidas na disputa feminina, com destaque para a jovem Tayná Hinkel (SC), considerada a principal aposta da modalidade atualmente. Ela disputa esta temporada embalada pelos títulos nas categorias de base e vem da recente participação no torneio por equipes realizado no Surf Ranch, a piscina de ondas artificiais de Kelly Slater, onde competiu ao lado de Gabriel Medina, Filipe Toledo e Silvana Lima, representantes do Brasil no Circuito Mundial de Surfe. Vale ressaltar ainda a presenças da carioca Karol Ribeiro, atualmente segunda colocadaa do Circuito Latino-americano de Surfe, da argentina Evelyn Gontier, que corre o circuito mundial e já esteve entre as 13 melhores do mundo, e da peruana Melanie Giunta.

Depois da Praia do Cupe, a competição contará com outras três etapas: a data prevista para São Paulo é de 9 a 12 de agosto. Dando sequência ao circuito, a terceira etapa ocorrerá em Santa Catarina, de 11 a 14 de outubro. A última será sediada em ondas baianas, de 22 a 25 de novembro. Cada etapa contará com igual número de vagas e premiação, totalizando R$ 320 mil.

Veja também

De virada, Djokovic bate Tsitsipas e fatura 19º título em Grand Slams
Roland Garros

De virada, Djokovic bate Tsitsipas e fatura 19º título em Grand Slams

'Ele morreu por alguns minutos', diz ex-médico de Eriksen
SUSTO NA EUROCOPA

'Ele morreu por alguns minutos', diz ex-médico de Eriksen