Itália vence China por 2x0 e avança às quartas da Copa

Último classificado da fase será decidido no jogo entre Holanda e Japão, às 16h, em Rennes

Italia derrotou chinesas por 2x0Italia derrotou chinesas por 2x0 - Foto: Pascal Guyot/AFP

A Itália se classificou para as quartas de final da Copa do Mundo feminina pela primeira vez em 28 anos, após o feito na primeira edição do torneio, em 1991, ao derrotar nesta terça-feira a China por 2x0 em Montpellier, na França.

Os gols de Valentina Giacinti e Aurora Galli deram a vitória às italianas na partida válida pelas oitavas, e agora a Azzurra aguarda o vencedor do duelo entre Holanda e Japão que se enfrentam ainda nesta terça, para o jogo de sábado em Valenciennes.

Os gols de Valentina Giacinti (15) e Aurora Galli (49) deram a vitória às italianas na partida válida pelas oitavas, e agora a Azzurra aguarda o vencedor do duelo entre Holanda e Japão que se enfrentam ainda nesta terça, para o jogo que será disputado no sábado, em Valenciennes.

Após a façanha de 1991, as italianas só haviam se classificado para a Copa dos Estados Unidos em 1999 na qual foram eliminadas ainda na fase de grupos.

Depois disso não voltaram a se classificar para um Mundial nas quatro edições seguintes. Mas agora, na França, fazem uma bela campanha, ao terminar em primeiro lugar em um grupo forte, no qual estavam Brasil e Austrália, e avançar para as quartas.

O primeiro gol da Itália, aos 15 minutos de jogo, saiu após uma série de falhas da defesa chinesa. A bola sobrou na área para Giacinti, que empurrou para o gol aberto. Já no início do segundo tempo Aurora Galli arriscou de longe e a bola entrou rente à trave direita da goleira chinesa.

Com 2 a 0 no placar as italianas se mostraram oportunistas e comandadas com perfeição tática pela treinadora, Milena Bertolini, marcando nos momentos certos, apesar de serem dominadas fisicamente. "É um grande resultado após um jogo difícil. Hoje não foi uma exibição de grande futebol mas as meninas deram tudo de si" disse a técnica ao canal de TV Rai.

A China, que havia sempre se classificado ao menos para as quartas de final em suas seis participações anteriores, sendo semifinalista em 1995 e vice-campeã em 1999, se despediu mais cedo desta vez.


Leia também:
Marta pede renovação e manda recado para jovens
Debinha é promessa de craque da geração do Brasil pós-Marta

Veja também

Primeiro evento-teste dos Jogos de Tóquio é adiado por dois meses
Olimpíadas

Primeiro evento-teste dos Jogos de Tóquio é adiado por dois meses

Morre ex-piloto de F1 espanhol Adrián Campos, descobridor de Fernando Alonso
Fórmula 1

Morre ex-piloto de F1 espanhol Adrián Campos, descobridor de Fernando Alonso