Japão e Senegal se enfrentam pela liderança do Grupo H

Senegal estreou batendo a Polônia, enquanto o Japão começou o Mundial da Rússia derrotando a Colômbia

Mbaye Niang comemora um dos gols na vitória do Senegal contra a PolôniaMbaye Niang comemora um dos gols na vitória do Senegal contra a Polônia - Foto: Patrick Stollarz/AFP

Em outras ocasiões, um duelo entre Japão e Senegal passaria sem despertar muita atenção dos entusiastas do futebol. Mesmo em uma Copa do Mundo, o embate não seria tão valorizado. Não será, felizmente, o caso da partida deste domingo, às 12h (do Recife), em Ecaterimburgo. Afinal, as duas seleções saíram vencedoras em suas estreias no Mundial e se enfrentam pela liderança do Grupo H. Ou seja, é bem provável que ao menos uma delas esteja na segunda fase da competição, o que só aumenta o interesse pelo confronto, que reúne os emblemas antes tidos como azarões. Até porque as outras seleções da chave - Colômbia e Polônia - entraram no torneio como favoritas a avançar às oitavas.

Leia também:
Senegalês tem o menor salário entre os técnicos da Copa
Senegal bate a Polônia no retorno à Copa do Mundo
Japão surpreende a Colômbia na abertura do Grupo H

Embora tenha chegado à Rússia sem muitas expectativas, o Japão já fez mais do que se esperava. Na primeira rodada, os asiáticos derrotaram a badalada Colômbia (2x1). Com isso, passou a sonhar com as chances de chegar às finais do certame. As esperanças do time nipônico, mais uma vez, estão depositadas nos pés de Keisuke Honda (que já está em sua terceira Copa do Mundo) e Shinji Kagawa (em seu segundo Mundial). Ambos já tiveram momentos de brilho no futebol europeu.

Do lado oposto, o Senegal sonha em repetir a proeza da Copa de 2002. Naquele ano, justamente quando a seleção fazia sua estreia em Mundiais, a equipe foi a sensação, tendo passado de fase em um grupo com França, Dinamarca e Uruguai. Não parou aí. Os senegaleses eliminaram os suecos nas oitavas e só pararam nas quartas de final, diante da Turquia. Nesta edição, a equipe conta com um astro de destaque em um gigante europeu - Sadio Mané (Liverpool) e aposta na velocidade para reviver as glórias de 16 anos atrás.

FICHA TÉCNICA:

Japão
Kawashima; Sakai, Yoshida, Shoji e Nagatomo; Hasebe, Shibasaki, Inui e Kagawa; Haraguchi e Osako. Técnico: Akira Nishino

Senegal
K. N’Diaye; Wagué, Koulibaly, Sané e Sabaly; A.N’Diaye, Gueye, Mané, Sarr e Diouf; Niang. Técnico: Aliou Cissé

Local: Ecaterimburgo
Horário: 12h (do Recife)
Árbitro: Gianluca Rocchi (Itália)
Assistentes: Elenito Di Liberatore (Itália) e Mauro Tonolini (Itália)
Transmissão: TV Globo, Sportv, Fox Sports.

 

Veja também

Em tarde de Alex Alves, Náutico vence Botafogo por 3 a 1 e segue 100% na Série B
Série B

Em tarde de Alex Alves, Náutico vence Botafogo por 3 a 1 e segue 100% na Série B

Itália e País de Gales passam de fase na Eurocopa
Eurocopa

Itália e País de Gales passam de fase na Eurocopa