Jeremias cita dedicação para dar continuidade a bom momento no Santa

Antes da bola parar de rolar em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o meio-campista deixou três gols registrados com a camisa coral

Jeremias comemora gols pelo SantaJeremias comemora gols pelo Santa - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Ainda atravessando o cenário de indefinição no futebol, provocado pelo novo coronavírus, é difícil traçar um parâmetro em quais condições físicas os atletas retornarão às atividades no período pós-pandemia. Já são mais de um mês de atividades suspensas no Trio de Ferro da Capital. No Arruda, especificamente, um mês e 11 dias. Mesmo assim, no que depender de Jeremias, meio-campista do Santa Cruz, dedicação não vai faltar para recuperar o aspecto físico, principalmente vindo dele, que tem a boa fase vivida no Tricolor como mais um incentivo para providenciar novos capítulos felizes com a camisa coral.

“O momento que eu vinha passando era muito bom, eu tava muito feliz. Não só eu, como o grupo todo, comissão (técnica), diretoria. Mas em particular, eu vinha numa crescente muito boa, que por conta da Covid-19 acabou sendo um pouco atrapalhada. Mas quando tudo isso acabar (a pandemia) e tudo voltar ao normal, vou procurar me dedicar bastante no dia a dia para que eu possa voltar ao meu melhor momento no Santa”, disse o meia.

Revelado pelo Porto de Caruaru, Jeremias chegou ao Santa Cruz em 2017 e viveu altos e baixos no Arruda. Nesse período foi pouco utilizado pelo então técnico Vinícius Eutrópio, tendo feito apenas duas atuações. No ano seguinte, vestiu a camisa do Santa em 24 oportunidades e marcou quatro gols. Em 2019, o meio-campista entrou em campo quatro vezes pela Cobra Coral, mas acabou sendo emprestado ao Retrô no segundo semestre, clube onde teve que lidar com algumas lesões, o que atrapalhou seu desempenho. 

Leia também:
Jeremias diz estar vivendo seu ‘melhor momento' no Santa
Santa Cruz estabelece novo prazo para retorno das atividades

Em 2020, retornou ao Tricolor e entrou de cara nos cinco primeiros jogos. Como titular atuou em nove ocasiões, entrou cinco vezes ao decorrer dos jogos e ficou fora de três partidas.

Até o dia 15 de março, último jogo do Santa antes da paralisação dos jogos, Jeremias atuou em 14 dos 17 jogos disputados pelo Santa. Foi nas últimas duas partidas, no entanto, diante de Botafogo/PB - pela sétima rodada da Copa do Nordeste, e Decisão Bonito, pelo Estadual - que ele viu a torcida coral, antes questionadora ríspida da sua queda de rendimento em campo, mudar da água para o vinho. “Jeregol” e “Jeremito” foram alguns dos apelidos lançados pelos tricolores. Na partida contra o Belo da Paraíba, o meio-campista saiu do banco para marcar dois gols no apagar das luzes, transformando uma vitória até então suada em um placar elástico de 3x0, deixando o Santa na quinta colocação do Grupo B, com 10 pontos.

Já ante a equipe de Bonito, anotou seu primeiro tento no Campeonato Pernambucano e deu assistência com um cruzamento na medida para Fabiano decretar a vitória por 2x1, no Arruda, resultado que consolidou a liderança na competição com 22 pontos e vaga na semifinal.

Veja também

“Grande Copa do Mundo”, diz Ventura sobre reta final do Sport na Série A
Futebol

“Grande Copa do Mundo”, diz Ventura sobre reta final do Sport na Série A

Japão crê que será difícil realizar Jogos Olímpicos, diz jornal
Olimpíada

Japão crê que será difícil realizar Jogos Olímpicos, diz jornal