Joanna confirma processo contra agressores na rede

As agressões aconteceram durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, e tiveram início depois dela não ter pegado semifinal na prova dos 200 metros medley.

10 Segundos Para Vencer10 Segundos Para Vencer - Foto: YouTube/Reprodução

A nadadora pernambucana Joanna Maranhão revelou, na manhã de ontem, que as pessoas que a agrediram verbalmente através das redes sociais há pouco mais de um mês, serão processadas. “Recebi a excelente notícia que na próxima semana se iniciam as ações por dano moral pelas agressões que sofri pela internet...”, escreveu Joanna em sua conta no Twitter.
As agressões aconteceram durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, e tiveram início depois dela não ter pegado semifinal na prova dos 200 metros medley. Na época, Joanna contou que tinha prometido não acessar as redes sociais enquanto estivesse concentrada para o evento, mas acabou olhando sua página no Facebook.
Entre os escritos, alguns falavam do caso de abuso sexual sofrido por ela na infância, outros insultavam sua família. Uns chegaram a desejar sua morte. Abalada, Joanna fez um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) do Rio de Janeiro e falou publicamente sobre o acontecido, prometendo tomar medidas judiciais e investir o dinheiro que ganhasse na causa em ações de combate à pedofilia.

Veja também

Antes com mando de campo favorável, Santa enxerga prejuízo em finais na Arena
Santa Cruz

Antes com mando de campo favorável, Santa enxerga prejuízo em finais na Arena

Justiça vê fraude após Corinthians comprar atacante em situação irregular
Irregularidade

Justiça vê fraude após Corinthians comprar atacante em situação irregular