Joaquim Löw minimiza necessidade de uma estrela na Alemanha

Treinador da Alemanha, Joaquim Löw acredita na força de seu conjunto para conquistar o mundial pela segunda vez consecutiva

Joaquim Löw treinador da seleção alemã Joaquim Löw treinador da seleção alemã  - Foto: AFP / divulgação

O técnico da Alemanha, Joaquim Löw, está confiante de que seu time não precisa de uma estrela como Cristiano Ronaldo, Lionel Messi ou Neymar para se dar bem na Copa do Mundo da Rússia.

Em entrevista à DPA, Löw destacou o jogo coletivo da seleção alemã, marca do time desde o Mundial do Brasil.

"Não necessariamente (estamos em desvantagem). Vivemos do nosso jogo, nossa formação, da nossa mentalidade de equipe e demonstramos isso em 2014. Cada um desfruta de uma grande estima na equipe, não temos egoísmos em excesso", disse.

O elenco convocado pelo treinador conta com remanescentes do título mundial, como Toni Kroos, Mats Hummels, Jerome Boateng, Thomas Müller, Sami Khedira o Mesut Özil. Segundo Löw, a presença desses jogadores é importante para os atletas mais novos.
Leia também:
Alemanha vence Arábia Saudita no último amistoso pré-Copa
França está atrás de "Brasil e Alemanha", afirma Giroud
Sané se diz desapontado, mas incentiva Alemanha
Neuer será titular no gol da Alemanha no Mundial

"Eles seguem sendo muito importante, já que servem como orientadores para recuperar o rendimento máximo. Às vezes surgem conversas sobre outros assuntos, porque já viveram muito e eles têm mais experiência", explica.

Atual campeão do torneio, o técnico diz não sentir pressão vinda de fora da seleção para vencer a Copa do Mundo.

"Eu aproveito, não há nada mais bonito do que uma Copa e jogar pelo tudo ou nada. Ali me sinto tão relaxado como se pode estar, me encantam as competições, é onde me sinto carregado de energia. A tensão se descarrega nas semanas seguintes", finaliza.

Veja também

'Ele morreu por alguns minutos', diz ex-médico de Eriksen
SUSTO NA EUROCOPA

'Ele morreu por alguns minutos', diz ex-médico de Eriksen

Brasil encara Venezuela na estreia da Copa América 2021
Futebol

Brasil encara Venezuela na estreia da Copa América 2021