A-A+

Jogos Olímpicos agitam o mundo esportivo em 2020

Será a 32ª edição dos Jogos de Verão da Era Moderna, com a expectativa de reunir mais de 11 mil atletas

Erica Sena, atleta pernambucana de marcha atlética, estará em TóquioErica Sena, atleta pernambucana de marcha atlética, estará em Tóquio - Foto: WAGNER CARMO/Divulgação

Quem é vidrado em esportes, quando chega esta época do ano não simplesmente vira a folhinha do calendário, mas já da uma pesquisada sobre o que de mais atrativo está reservado para a temporada que chega. Dois grandes eventos são os favoritos e praticamente “classificam” os anos como “ano de Olimpíada” e “ano de Copa do Mundo”. No caso de 2020, a expectativa gira em torno dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, de 24 de julho a 9 de agosto e de 25 de agosto a 6 de setembro, respectivamente.

Será a 32ª edição dos Jogos de Verão da Era Moderna, com a expectativa de reunir mais de 11 mil atletas, representando mais de 200 países. Entre as 33 modalidades, algumas novidades. Basquete 3x3, basebol/softbol, escalada, surfe e skate fazem sua estreia no programa de competição, com o Brasil aparecendo entre os candidatos a medalhar no surfe e no skate. Até o pontapé inicial do evento, contudo, há muito ainda para acontecer. O primeiro semestre de 2020, por exemplo, será basicamente voltado para a definição dos últimos classificados, através das seletivas. Serão boas oportunidades de acompanhar desempenho dos brasileiros antes dos Jogos.

O País já tem 154 vagas asseguradas em Tóquio, entre elas as das pernambucanas Erica Sena, da marcha atlética, e Etiene Medeiros, da natação. Outros nomes do Estado ainda podem surgir, sobretudo após as convocações das modalidades coletivas. A expectativa é que a delegação nacional seja composta por 250 atletas. A meta estipulada para os Jogos é superar a campanha realizada na Rio-2016, quando o País fez uma campanha de recordes, terminando na terceira colocação geral do quadro de medalhas (melhor da história), com um total de 19 medalhas, sendo sete ouros. A intenção, mesmo com uma delegação menor dessa vez (como país-sede, era direito ter representante em todas as modalidades), é aumentar tanto o somatório geral, quanto o número de títulos.

A Paralimpíada, por sua vez, chega à nona edição, com o Brasil buscando se manter entre as dez potências mundiais. O País vem de uma campanha recorde nos Jogos Parapan-Americanos de Lima e, por isso, está mais embalado do que nunca. Entre os pernambucanos que brilharam no Parapan, destaque para os nadadores Maria Carolina Santiago, que já está garantida em Tóquio, onde fará sua estreia paralímpica, e Phelipe Rodrigues, maior medalhista nacional no Parapan, que ainda buscará a classificação nas seletivas. Tem ainda Raimundo Nonato, da vitoriosa equipe do Futebol de 5 (para cegos).

Leia também:
Mbappé quer disputar Olimpíadas de Tóquio-2020
Silvana Lima garante vaga em Tóquio-2020


Futebol

O ano de 2020 não terá Copa do Mundo, mas promete muitas emoções nos gramados, com mais uma edição da Copa América e também da Eurocopa, dois dos torneios internacionais de futebol mais populares, atrás apenas do Mundial. Ambos têm início no dia 12 de junho e finais previstas para 12 de julho. Enquanto a Euro passeará por 12 países do Velho Continente, a Copa América de 2020 terá Argentina e Colômbia como sedes.

Embora tenha tido Copa América no ano passado, no Brasil, com a Canarinho campeã, a Fifa autorizou a edição deste ano pela intenção justamente de alinhar o calendário com a Eurocopa. A partir de agora, o torneio que reúne equipes das Américas e alguns convidados de outros continentes passará a ser realizado em anos pares.

A Copa América terá 12 participantes, já definidos - o Grupo A tem Argentina, Bolívia, Uruguai, Chile, Paraguai e Austrália, e o B conta com Colômbia, Brasil, Venezuela, Equador, Peru e Qatar. A Euro, por sua vez, tem 20 seleções classificadas e ainda fará confrontos qualificatórios até março para definir os últimos quatro países participantes.

Veja também

Após empate, Hélio reforça que ainda acredita em acesso
Futebol

Após empate, Hélio reforça que ainda acredita em acesso

Após início com falhas, Náutico reage, mas fica no empate diante do Vasco
Futebol

Após início com falhas, Náutico reage, mas fica no empate diante do Vasco