Josa cita equilíbrio como trunfo para crescimento do Náutico

Volante se recuperou de lesão e tem se firmado na cabeça de área do Náutico

Josa é um dos que permanece para 2019Josa é um dos que permanece para 2019 - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

“Equilíbrio” foi o termo escolhido pelo volante Josa para destacar o crescimento do Náutico nos últimos cinco jogos do Grupo A da Série C. Após a chegada do técnico Márcio Goiano, o Timbu conseguiu quatro vitórias, saindo da zona de rebaixamento e pulando para o G4, alcançando a terceira posição da chave. 

Série C não tem jogo fácil. Passamos um momento ruim na parte de baixo e agora espero que a gente passe mais tempo na parte de cima. Estamos fazendo jogos mais equilibrados”, afirmou o volante, comemorando o retorno ao time titular após um longo tempo se recuperando de uma lesão no joelho sofrida ainda no Campeonato Pernambucano. Volta com parcela de contribuição da comissão técnica. 

"Foram momentos difíceis, mas superar isso foi importante. Estou feliz pela oportunidade que Márcio (Goiano, treinador) me deu. É uma volta por cima. Já trabalhei com ele antes. É um cara centrado, tranquilo e que passa confiança. Durante os jogos, ele fala na hora que tem de falar. A importância dele é fundamental”, completou.

Na próxima rodada, o Náutico vai encarar o líder da chave, o Atlético/AC. Duelo que fecha a série de quatro jogos do clube no estado – antes, o Timbu encarou Globo e Remo, na Arena de Pernambuco, e o Santa Cruz, no Arruda.

“O Atlético está surpreendendo. Tem jogadores de qualidade e precisamos ter cuidado. Mas vamos impor nosso jogo. Eles também terão que se preocupar com a gente. Estamos em uma crescente e não queremos parar por aqui”, pontuou.

Leia também:
Wallace desfalca treino e não deve encarar o Atlético/AC
Média de gols sofridos cai e ajuda evolução do Náutico

Veja também

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada
Handebol

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno
Sport

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno