Josa minimiza frustração na Série C de 2018

“Isso ficou para trás. Nós temos um momento novo e vamos levar somente o que for de bom”, citou o volante, remanescente da temporada 2018

Josa, volante do NáuticoJosa, volante do Náutico - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

O que passou, passou. Esse é o lema do volante Josa ao ser questionado sobre o fracasso do Náutico na luta pelo acesso à Série B, na temporada anterior. Em 2018, o jogador era um dos remanescentes do elenco que caiu para o Bragantino nas quartas de final, acabando com a possibilidade de o Timbu subir de divisão. Neste ano, a meta é focar apenas nas lembranças positivas.

“Isso já ficou para trás. Temos um momento novo, com atletas e treinador diferentes. Temos que levar o que for de bom. O de ruim, eu prefiro nem lembrar. Aquele foi um jogo atípico. Faltou brigar mais, já que não estava dando tanto na técnica. Foram erros coletivos, com dois gols de bola parada. Precisamos ter atenção quanto a isso”, afirmou o volante. “Tenho esse sentimento de que falta alguma coisa para deixar meu nome marcado do Náutico”, completou.

Em 2019, o desafio será diante do Paysandu, no Mangueirão. O jogo de ida será neste domingo (1º), às 18h. A volta acontece no dia 8 de setembro, no mesmo horário, nos Aflitos. Para Josa, contudo, a maior parte da classificação será definida no confronto no Pará.

“Precisamos de concentração. Essa primeira partida já definirá 70% do mata-mata. Estamos fazendo bons jogos e se continuarmos com a marcação forte, a gente vai se sobressair”, explicou.

Você pode assistir ao confronto entre Paysandu e Náutico, domingo (1º), às 18h, no Mangueirão, pela DAZN.

Leia também:
Náutico tem boas memórias do Pará para se inspirar
Rafael Oliveira pode desfalcar Náutico diante do Paysandu

Veja também

Flamengo goleia e garante vaga nas oitavas da Libertadores
Futebol

Flamengo goleia e garante vaga nas oitavas da Libertadores

Obama e lendas da NBA aparecem nas arquibancadas virtuais da final
NBA

Obama e lendas da NBA aparecem nas arquibancadas virtuais da final