MMA

José Aldo tenta renascimento em luta valendo cinturão dos galos, neste sábado

Brasileiro enfrenta russo Petr Yan no UFC 251, que ainda contará com mais duas decisões de títulos da organização

José Aldo e Petr Yan se enfrentam neste sábado (10), pelo cinturão do peso-galo do UFCJosé Aldo e Petr Yan se enfrentam neste sábado (10), pelo cinturão do peso-galo do UFC - Foto: Reprodução/Twitter

Maior lutador de MMA da história do peso-pena, José Aldo tem a chance de recuperar um cinturão do UFC. Desta vez, porém, o amazonense buscará o título do peso-galo no UFC 251, diante do russo Petr Yan, invicto na organização. O evento será disputado na Ilha da Luta, em Abu Dhabi, e ainda contará com mais duas decisões. Na antiga divisão de Aldo, Alexander Volkanovski será desafiado por Max Holloway. Já nos meio-médios, Kamaru Usman enfrenta Jorge Masvidal, que substituiu o brasileiro Gilbert “Durinho”, acometido da Covid-19.

A luta de José Aldo x Petr Yan valerá o cinturão vago dos galos. Isso porque o campeão anterior, Henry Cejudo, anunciou aposentadoria após vencer Dominick Cruz, em maio deste ano. O brasileiro, no entanto, não está na melhor fase da carreira. Aldo possui uma sequência negativa de duas derrotas. Ele desceu de categoria desde a última luta, quando perdeu por decisão dividida para Marlon Moraes.

Seis anos mais velho que Petr Yan, José Aldo precisará utilizar exatamente dessa experiência para vencer o russo. A preparação do rival, inclusive, deve ter sido bem diferente do que ele está acostumado a ter. Yan só lutou cinco round uma vez em sua carreira, no já distante 2016 e em uma organização de MMA da Rússia. O brasileiro, entretanto, está calejado em lutas mais longas e pode usar desta estratégia para cansar o rival e tentar um nocaute ou uma finalização no quarto ou quinto round.

O jiu-jitsu, inclusive, pode ser um fator fundamental para uma vitória do brasileiro. Yan tem um boxe bastante afiado e o jogo de trocação pode representar risco ao brasileiro. A curiosidade é que eles treinaram juntos em 2016, na preparação de luta de Aldo contra Frankie Edgar. 

O UFC 251 ainda deveria contar com a presença de outro brasileiro lutando pelo cinturão. Durinho, que faria a luta principal da noite, pegou coronavírus e foi substituído há uma semana da luta por Jorge Masvidal. Uma pena para o brasileiro, que dependendo do resultado da luta, pode ter que vencer mais luta para chegar ao “title shot” mais uma vez.

O co-main event terá a revanche de Max Holloway diante de Alexander Volkanovski. Depois de vencer José Aldo duas vezes, o havaiano ainda venceu Brian Ortega e Frankie Edgar, até perder para o australiano, em dezembro do ano passado. O campeão, inclusive, só tem uma derrota na carreira, no já distante 2013, e pode ser considerado o favorito nesta decisão.
O evento ainda contará com mais sete brasileiros. Destaque para a ex-campeã do peso-palha, Jéssica Bate-Estaca, que enfrenta Rose Namajunas. Esta é a segunda luta entre elas. Na primeira, a brasileira venceu a norte-americana por nocaute e conquistou o cinturão do UFC.

 
Confira o card do UFC 251:

CARD PRINCIPAL
Peso-mosca: Amanda Ribas x Paige VanZant;
Peso-palha: Jéssica Bate-Estaca x Rose Namajunas;
Peso-galo: Petr Yan x José Aldo;
Peso-pena: Alexander Volkanovski x Max Holloway;
Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Jorge Masvidal.

CARD PRELIMINAR
Peso-galo: Martin Day x Davey Grant;
Peso-galo: Karol Rosa x Vanessa Melo;
Peso-mosca: Raulian Paiva x Zhalgas Zhumagulov;
Peso-pesado: Marcin Tybura x Maxim Grishin;
Peso-leve: Léo Santos x Roman Bogatov;
Peso-pena: Makwan Amirkhani x Danny Henry;
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Muslim Salikhov;
Peso-meio-pesado: Volkan Oezdemir x Jiri Prochazka.

Veja também

Senado vota medidas de socorro ao esporte
Futebol

Senado vota medidas de socorro ao esporte

Com "pensamento de vitória", Sport visita o Vasco pelo Brasileirão
Campeonato Brasileiro

Com "pensamento de vitória", Sport visita o Vasco pelo Brasileirão estas noite