Júlio César já vive clima do Clássico das Multidões

Arqueiro sente que a torcida tricolor está ansiosa para ver a equipe encarar o rival amanhã

Goleiro diz que há algo especial no sentimento do torcedor quando time enfrenta o SportGoleiro diz que há algo especial no sentimento do torcedor quando time enfrenta o Sport - Foto: Anderson Stevens

“Essa semana foi um pouco diferente...” O goleiro Júlio Cé­­­sar tem sentido na pele, pela primeira vez na carreira, o que representa um clássico contra o Sport, defendendo as cores do Santa Cruz. Disse ele que nas ruas, no próprio clube, e até em redes sociais, é possível perceber que o torcedor está um pouco mais ansioso pelo jogo do próximo sábado. Quando entrar no gramado do Arruda, às 16h30, o arqueiro coral acredita que toda essa atmosfera contribuirá para a equipe fazer um ótimo jogo e conquistar a vitória.

 “Três pontos contra o Sport são os mesmos três pontos que contra qualquer outra equipe. Mas uma vitória em um clássico, pela confiança e pela moral, contribui muito mais”, contou.
Nas três temporadas em que defendeu as cores do Náutico, Júlio César encontrou com o Sport em quatro oportunidades. Todas pelo Campeonato Pernambucano. Ao todo, foram três vitórias do Leão e apenas um empate. Pelo Corinthians, em 2012, outro empate, na Ilha do Retiro. Esta partida, inclusive, destacada pelo arqueiro como a sua melhor atuação diante dos Rubro-negros. “Tomamos um gol no final (1x1). Mas minha participação foi muito boa”, disse.
“Sempre tem um rival que a torcida tem um pouquinho mais de... não sei se é raiva ou apenas rivalidade. Mas existe algo especial. Essa semana foi um pouco diferente. A ansiedade do torcedor é natural, por tudo que tem passado nesses últimos tempos, entre Santa Cruz e Sport. Então eu acho que é um pouquinho diferente sim, pela rivalidade do torcedor”, falou Júlio César. “Eu espero que nós atletas possamos encarar com esse mesmo espírito, para a gente ter mais cuidado no jogo. E como sabemos que para o torcedor vale muito, precisamos comprar essa briga”, completou.
Esta semana também foi cercada de expectativa quanto a condição física do meia Léo Costa. Após a partida contra o Uniclinic/CE, no último domingo, o jogador saiu de campo reclamando de dores na coxa esquerda. A possibilidade de não enfrentar o Sport chegou a ser dada como certa. No treino do Santa Cruz, ontem, no entanto, o meia participou normalmente da atividade no gramado do Arruda. Assim, a esperança em ser utilizado no Clássico das Multidões parece bem mais possível.
Caso não reúna condições de jogo, o mais cotado para substituir o camisa 10 é o meia Thiago Primão. Nesta quinta-feira, Vinícius Eutrópio resolveu fazer um treinamento fechado. Sendo assim, qualquer outra possibilidade ainda está no campo do mistério. Além de Primão, outra alternativa é deslocar o meia Thomás, que tem atuado pelo lado de ataque, para jogar na armação de jogadas.
Vale lembrar que o meia Léo Costa tem sido um dos principais jogadores do time neste início de temporada. Ele é o artilheiro da equipe, ao lado de Halef Pitbull, com três gols.

Veja também

Milan vence Cagliari com dois gols de Ibra e reassume liderança isolada do Italiano
Futebol Internacional

Milan vence Cagliari com dois gols de Ibra e reassume liderança isolada do Italiano

Flamengo vence Goiás e vê distância para líder São Paulo ficar em 5 pontos
Campeonato Brasileiro

Flamengo vence Goiás e vê distância para líder São Paulo ficar em 5 pontos