Júlio César reitera desejo em ficar no Timbu, mas ainda não foi procurado pela diretoria

Enquanto aguarda pelo Náutico, goleiro recebeu sondagens de outros clubes

Atualmente na oposição, Teresa Leitão aguarda definiçãoAtualmente na oposição, Teresa Leitão aguarda definição - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

A demora em definir se Givanildo Oliveira renovará o contrato ou o Náutico buscará um novo treinador atrapalha a montagem do elenco para a próxima temporada. Atletas do atual grupo, com vínculo encerrando este mês, estão no aguardo de um contato da diretoria alvirrubra. O goleiro Júlio César, destaque da equipe na Série B, reiterou o desejo de ficar no clube, porém, ainda não procurado pelos dirigentes do Timbu.

“Ainda não tenho nada do Náutico, nenhum contato. Mas a minha vontade é de permanecer, como já falei outras vezes”, garantiu Júlio César. Enquanto espera pelo Náutico, o goleiro tem recebido sondagens de outras equipes do futebol brasileiro. “Não houve propostas, apenas sondagens de alguns clubes”, completou o camisa 1.

Júlio César chegou ao Náutico durante a Série B do Campeonato Brasileiro de 2014 e logo assumiu a titularidade, assim como a liderança no grupo. Em maio deste ano, o goleiro completou 100 partidas com a camisa alvirrubra e fechou a temporada com 132 jogos no total.

Para renovar o vínculo no final do ano passado, o goleiro teve de diminuir seu salário em quase 50%, mas aceitou ficar pela identificação com o clube. Como não subiu para a Série A, o Timbu terá de limitar a folha salarial para 2017 e isto pode indicar a saída de alguns atletas importantes ou uma nova redução nos vencimentos.

Veja também

Bélgica, Alemanha e Holanda querem sediar Mundial Feminino de 2027
Copa do Mundo

Bélgica, Alemanha e Holanda querem sediar Mundial Feminino de 2027

Sport: quatro derrotas seguidas repetem números de 2018
Futebol

Sport: quatro derrotas seguidas repetem números de 2018