Júnior Lemos destaca reencontro com Leandro Costa no clássico

Meia do Náutico e atacante do Santa Cruz jogaram juntos no Central, no primeiro semestre. Clássico das Emoções será segunda, no Arruda

Júnior Lemos ainda não estreou pelo NáuticoJúnior Lemos ainda não estreou pelo Náutico - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

Amigos, amigos, clássico à parte. Na segunda (18), Santa Cruz e Náutico duelam no Arruda, pela abertura do segundo turno do Grupo A da Série C 2018. Um jogo que marcará o reencontro de dois jogadores que atuaram juntos há alguns meses. O meia Júnior Lemos, hoje no Timbu, e o atacante Leandro Costa , agora atleta do Tricolor, fizeram parceria no Central, durante o Campeonato Pernambucano 2018. Futuros adversários, Lemos espera levar a melhor contra o antigo companheiro.

“Ele é um amigo que fiz no primeiro semestre, no Central. A gente se fala todos os dias. No dia que ele acertou com o Santa Cruz, ele me ligou, falando que tinha fechado. Precisamos ter cuidado com ele porque é um cara de qualidade grande e poder de finalização. Mas falei com ele que dessa vez o Náutico sairá vitorioso”, afirmou o meia, apresentado oficialmente nesta quinta (14), no CT Wilson Campos.

Regularizado, o atleta fica à disposição do técnico Márcio Goiano para o Clássico das Emoções. Ainda sem estrear com a camisa alvirrubra, o jogador destacou suas características para ganhar um espaço entre os titulares.

“Gosto de jogar centralizado, mas já joguei nas beiradas do campo. Fui extremo também em uma passagem que tive no México. Mas eu prefiro ficar livre, ter liberdade de ir à beirada e fazer cruzamento. Dentro dos treinos, o treinador perceberá o que tenho de melhor. Pelo que percebi, ele dá muito liberdade aos atletas. Fico grato porque às vezes as pessoas te prendem muito, fixo em uma posição. Tento ser um homem-surpresa, saindo em velocidade”, declarou.

Leia também:
Italianos citam interesse do Milan por atacante da base do Náutico
Bruno confessa acomodação do Náutico no início da Série C

Negociação

Um dos destaques do vice-campeonato estadual do Central, Júnior Lemos não escondeu que imaginava acertar com algum grande clube logo após o torneio. A demora incomodou o atleta, que comemorou a chance “tardia”, porém importante.

“Eu me recordo que no início do ano eu tinha traçado alguns projetos. Um deles era fazer um grande Estadual. Eu me entreguei ao máximo para depois vestir uma grande camisa após o campeonato. Mas as coisas não acontecem dentro da nossa vontade. Confio em Deus e ele me trouxe no momento certo ao clube. Fiquei frustrado por não ter vestido a camisa de um grande clube como o Náutico após o campeonato, mas Deus cuidou da minha vida e me colocou aqui. Espero fazer grandes jogos e daqui um tempo o torcedor se lembre com carinho de mim”, finalizou.

Veja também

Hélio elogia força do lado direito em vitória
Futebol

Hélio elogia força do lado direito em vitória

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4
Futebol

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4