Júnior Rocha não consegue repetir escalação na temporada

Ganha um, perde outros. Com desfalques em todos jogos, o Santa Cruz entra em campo com a 12ª formação diferente

Técnico Júnior RochaTécnico Júnior Rocha - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Prestes a completar 12 partidas na temporada, o Santa Cruz mais uma vez está impossibilitado de repetir a escalação titular, algo que ainda não aconteceu este ano, por conta dos novos desfalques para o duelo contra o Flamengo de Arcoverde, nesta quinta-feira (1º), no estádio Áureo Bradley (Sertão do estado), às 20h, pela 8ª rodada do Campeonato Pernambucano.

Além do lateral-direito Vítor, liberado pelo departamento médico para a transição física depois de se recuperar de uma lesão na coxa direita, e do meia Arthur Rezende, ainda com uma contusão na coxa direita, o técnico Júnior Rocha não pode contar com mais três jogadores. O goleiro Tiago Machowski segue vetado devido a dores no abdômen, enquanto o volante Luiz Otávio cumpre suspensão por ter sido expulso direto no jogo passado. Outra baixa confirmada é o atacante Augusto, que vinha sendo titular e acabou machucando a coxa direita (problema grau dois).

O número de ausências subiu para seis. Isso porque o lateral-esquerdo Henrique Ávila, dono da posição nas seis partidas anteriores, se queixou de um incômodo na panturrilha esquerda e foi vetado pelo DM. Apesar das notícias ruins, o treinador coral ganha a opção do meia Jeremias, totalmente recuperado da contusão no joelho esquerdo, que o deixou fora de combate por quatro partidas seguidas. À disposição para armação da equipe titular, ele saiu da transição física, voltou a treinar normalmente com todo o elenco e tem condições de jogo.

"Augusto, Arthur Rezende e Tiago Machowski são atletas importantes para o nosso modelo de jogo, mas tenho consciência que exijo muito deles e as lesões acontecem. Também é preciso ter uma paciência com Vítor, que teve uma contusão séria no ano passado. São jogadores importantes e precisam estar 100%”, comentou o técnico Júnior Rocha. 

Mesmo com ausências de alguns companheiros, os atletas confiam no elenco para se reabilitar no Estadual, após tropeçar em casa, diante do Pesqueira (0x0), e também manter a sequência invicta de seis jogos sem perder (três vitórias e três empates). 

Veja também

Velejadores disputam XXI Campeonato Pernambucano de Dingue em Maria Farinha
Vela

Velejadores disputam XXI Campeonato Pernambucano de Dingue em Maria Farinha

Você não é o Zlatan, diz Ibrahimovic em campanha de combate à Covid-19
Coronavírus

Você não é o Zlatan, diz Ibrahimovic em campanha de combate à Covid-19