Justiça decide periciar banco de dados e Vasco pode ter nova eleição

O arquivo estava em posse das autoridades desde o ano passado, mas era motivo de uma batalha judicial para ter permissão ou não de ser investigado

Alexandre Campello, atual presidente do Vasco da GamaAlexandre Campello, atual presidente do Vasco da Gama - Foto: Paulo Fernandes/Vasco

Para quem achava que a polêmica e confusa eleição do Vasco havia acabado, se enganou. Nesta segunda-feira (3), em audiência no Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, decidiu-se por periciar o HD que contém o banco de dados dos sócios do clube. Caso seja comprovada fraude, o time poderá ter um novo pleito conforme prevê o estatuto. A informação foi dada pelo Lance! e confirmada pelo UOL Esporte.

O arquivo estava em posse das autoridades desde o ano passado, mas era motivo de uma batalha judicial para ter permissão ou não de ser investigado.

A perícia era uma exigência dos grupos de oposição do Vasco, mas o ex-presidente Eurico Miranda era contra.

Com suspeita de fraude, a eleição do Vasco virou caso de polícia e foi necessário que mais de 700 sócios com indícios de irregularidade votassem em uma urna separada. Tais pessoas acabaram não tendo os votos válidos e a chapa formada por Julio Brant e Alexandre Campello tornou-se vitoriosa.

Como a eleição do Vasco é feita de forma indireta, realizou-se ainda um pleito no Conselho Deliberativo e, de maneira surpreendente, Campello rompeu com Brant e se lançou candidato sozinho, recebendo o apoio dos correligionários de Eurico e se tornando o novo presidente cruzmaltino, o que gerou muita confusão e polêmica.

Veja também

Com classificação encaminhada, Martelotte garante seriedade: "Não vamos relaxar nem desconcentrar"
Santa Cruz

Com classificação encaminhada, Martelotte garante seriedade: "Não vamos relaxar nem desconcentrar"

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica de 27 pontos na competição
Série C

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica