Náutico

Kleina não quer 'Jeandependência' no Náutico

Com números acima da média na temporada, meia não esteve presente em campo na derrota para o Brasil/RS

Jean Carlos, meia do NáuticoJean Carlos, meia do Náutico - Foto: Caio Falcão/CNC/Divulgação

Jean Carlos não esteve presente em campo, na derrota alvirrubra por 2x1, diante do Brasil/RS, no final de semana. Com dores na coxa direita, o meia sequer viajou para Pelotas e ficou no Recife, se recuperando para a sequência da Série B. Apesar da boa aparição do Timbu, no Sul, a ausência do camisa 10 foi sentida e, segundo o técnico Gilson Kleina, essa "Jeandependência" não pode continuar. Mesmo levando em conta os números do atleta na temporada.

"Não podemos ser dependente de jogador algum. Sabemos da referência, da qualidade do Jean Carlos. Mas, uma coisa que salientamos é que se não temos um jogador, outro vai ter a oportunidade para mostrar serviço. Tem que ser coletivo, todos se preparando para fazer o seu melhor. O modelo de jogo que estamos implementando passa por isso. Mesmo sendo um grande jogador, não podemos ter essa dependência", falou Kleina.

Em 29 jogos oficiais na temporada, o Náutico anotou 38 gols. Destes compromissos, Jean Carlos esteve presente em 21, participando diretamente de 15 tentos, sendo nove balançando as redes e seis como "garçom". O jogador é o artilheiro do time na temporada. Com ele em campo, o clube da Rosa e Silva marcou 28 gols em 21 partidas. Sem ele, foram 10 em oito duelos.

Veja também

Satisfeito, Hélio dos Anjos afirma que 'busca por competitividade' provocou mudanças
Náutico

Satisfeito, Hélio dos Anjos afirma que 'busca por competitividade' provocou mudanças

São Paulo tem gol anulado 2 vezes, empata com Ceará e perde chance de ser líder
Futebol

São Paulo tem gol anulado 2 vezes, empata com Ceará e perde chance de ser líder