Leão segue vivo em maratonas

Sport ainda não foi eliminado em torneios neste ano

Lances do clássicoLances do clássico - Foto: Arthur Mota, da Folha de Pernambuco

Vivo na sua maratona de decisões, o Sport não quer nem saber de folga. Neste caso específico, o cansaço até bate, mas quanto mais jogos mais chances de conquistas. Em quatro competições paralelas, o Leão continua de pé em todas elas. Para se ter uma real noção dessa agenda maluca na Praça da Bandeira, nesta semana o time terá as Copas do Brasil e do Nordeste no cardápio.

Na quarta-feira, os pernambucanos vão ao Rio de Janeiro encarar o Botafogo, pela competição nacional. No sábado, tem parada dura contra o Santa Cruz, pelo certame regional, na Ilha do Retiro. Sem muito tempo de descanso ou para treinar, o treinador Ney Franco afirmou que algumas alterações são feitas baseadas nos desgastes. "Conseguimos poupar alguns atletas contra o Joinville, mas é muito desgastante. Desde que eu cheguei estamos nesse ritmo. Eu tive minha estreia já num mata-mata, contra o Campinense. É complicado recuperar e treinar, mas faz parte", comentou Ney.

Em relação ao jogo, o comandante leonino analisou que o seu time pecou muito na saída de bola no primeiro tempo, deixando o Náutico com mais volume e chance de atacar. No intervalo, decidiu tirar André e acionar Lenis. "O Náutico veio com um desenho novo. Milton colocou Darlan mais centralizado e liberou Marco Antônio. No vestiário eu consegui fazer os ajustes. Além disso, tirei André por questão tática, para jogar Lenis nas costas de Manoel, que vinha dando espaço. Funcionou e por ali nós tivemos chance até de matar o jogo", finalizou.

Craque apagado no clássico, Diego Souza vai para a sua primeira final com a camisa do Sport, no seu quarto ano na Praça da Bandeira. Cauteloso e experiente, o meia exaltou o poder de decisão do Leão, mas preferiu adotar o respeito ao Salgueiro, adversário da grande final e que inclusive eliminou o Leão no Pernambucano 2015, com DS87 em campo. "Tivemos competência de favor o nosso jogo e eliminar o Náutico, que é uma grande equipe. Agora vou para a minha primeira final, que é algo que busco há muito tempo aqui, mas sei que do outro lado tem um grande time que é o Salgueiro, que são entrosados e excelentes jogadores. Vai ser uma grande disputa", ressaltou.

Outro membro experiente desse grupo do Sport, o zagueiro e capitão Durval não vê a hora de levantar mais um taça pelo clube. "Estamos devendo uma conquista para o torcedor e para nós mesmos", lembrou.

Veja também

Hélio elogia força do lado direito em vitória
Futebol

Hélio elogia força do lado direito em vitória

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4
Futebol

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4