LeBron James tem de abandonar sua casa por conta de incêndios

O jogador do Los Angeles Lakers usou o Twitter para falar do problema e disse: 'esse fogo em LA não é piada. Tive de deixar minha casa emergencialmente'

LeBron James, do Lakers, é um dos astros da NBALeBron James, do Lakers, é um dos astros da NBA - Foto: All Bello/Getty Images North America/AFP

O astro do basquete LeBron James precisou deixar sua casa, em Los Angeles, para fugir de incêndios que estão acontecendo em matas na Califórnia, pouco depois de sair de quadra na NBA.

O jogador do Los Angeles Lakers usou o Twitter para falar do problema. "Cara, esse fogo em LA não é piada. Tive de deixar minha casa emergencialmente e estou dirigindo por aí com minha família, tentando encontrar um quarto para ficar. Sem sorte por enquanto", escreveu ele.

Alguns minutos depois, ele confirmou que conseguiu um lugar para ficar. "Noite maluca, cara", postou ele, já no fim da madrugada, no horário de Los Angeles. Vale notar que pouco antes LeBron estava em quadra. Ele ajudou os Lakers a vencerem o Charlotte Hornets por 120 a 101, no Staples Center. LeBron atuou por 35 minutos, fez 20 pontos, com 12 assistências e seis rebotes.

Leia também:
Bomba na NBA: LeBron James podia ter sido trocado
LeBron James supera Michael Jordan em pontos na NBA
Lebron James pode aumentar crise da ex-equipe

Em vez de se solidarizarem, muitos comentários no Twitter foram irônicos. Alguns disseram que não houve fogo em Cleveland, lar de seu antigo clube, e outros falaram para ele tentar ir à China. Recentemente ele entrou na polêmica da NBA com o país asiático e foi criticado por ficar contra o dirigente que tuitou pelo apoio aos protestos em Hong Kong.

LeBron tuitou mais sobre o fogo, dando apoio a quem está sofrendo na região: "Estou rezando para todas as famílias que podem ter sido afetadas pelos incêndios. Por favor, fiquem seguros o mais rápido possível." Os Lakers voltam à quadra nesta terça (29), também em Los Angeles, recebendo o Memphis Grizzlies.

O fogo
Os incêndios atingiram principalmente a região de Sonoma County, com cerca de 90 mil pessoas sendo aconselhadas a evacuar suas casas. O governador da Califórnia chegou a decretar estado de emergência.

O incêndio, chamado de Kincade, devora a região vinícola de Sonoma desde quarta-feira (23) à noite. Mais de mil bombeiros, apoiados por uma dezena de aviões-cisterna e cem caminhões, tentavam combater o fogo.

Na noite de sexta (25), o incêndio se estendeu por mais de 9 mil hectares e destruiu pelo menos 49 prédios, segundo os Bombeiros da Califórnia.

Os fortes ventos tornaram as condições meteorológicas altamente propícias à expansão do fogo. "As temperaturas de 30 graus, com baixa umidade, se combinarão com ventos de até 100 km/h para criar condições favoráveis ao comportamento extremo do fogo e à rápida propagação", tuitaram os serviços meteorológicos.

Veja também

Atletas dos EUA consideram insuficiente decisão contra policial por morte de Breonna Taylor
Esportes

Atletas dos EUA consideram insuficiente decisão contra policial por morte de Breonna Taylor

Com Covid, Ibrahimovic vira desfalque do Milan na Liga Europa
Coronavírus

Com Covid, Ibrahimovic vira desfalque do Milan na Liga Europa