'Lebron seria um jogador comum na nossa época', diz ex-companheiro de Jordan

Dennis Rodman voltou a mostrar seu estilo falastrão e provocou jogador do Lakers

LeBron James, atleta dos LakersLeBron James, atleta dos Lakers - Foto: AFP

Embalado pelo sucesso do documentário Arremesso Final (The Last Dance), que conta a temporada 1997/1998 do Chicago Bulls, Dennis Rodman voltou a mostrar seu estilo falastrão. Um dos mais polêmicos da história da NBA, o antigo pivô tratou de provocar
LeBron James e disse que no passado ele seria 'um jogador comum'.

Em entrevista ao canal de Youtube "Overtime", Rodman foi perguntado se ele conseguiria marcar LeBron em uma partida com o antigo time do Bulls.

Leia também:

'Estou pronto', diz Lebron ao se posicionar contra o cancelamento da NBA

Documentário 'The Last Dance' exibe Jordan competitivo, obsessivo e humano 

"Poderia tê-lo parado sem problemas. Até Scottie Pippen faria", disse. "É muito fácil de marcar, não tem movimentos. O Pippen o marcaria antes de chegar até a minha zona. Na nossa época seria um jogador comum", completou.

"Ele só é grande, mas eu já enfrentei jogadores maiores e mais fortes do que ele", acrescentou.

Rodman ainda criticou qualquer comparação entre LeBron e Michael Jordan. "Não existem elementos para fazer qualquer comparação", disse.

LeBron James, de 35 anos, lidera o Lakers e ostenta marcas importantes na NBA. Já foi MVP (melhor jogador) do torneio (quatro vezes), das finais (três vezes), campeão três vezes da NBA, em mais de um time, e também conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos duas vezes.

Rodman, hoje aos 58 anos, defendeu Detroit Pistons, San Antonio Spurs, Chicago Bulls, Los Angeles Lakers e Dallas Mavericks na carreira. Ele foi cinco vezes campeão do torneio, duas pelo Detroit, três pelo Chicago e foi duas vezes eleito melhor jogador defensivo da competição. 

 

Veja também

Vazam imagens das possíveis novas camisas do Sport
Sport

Vazam imagens das possíveis novas camisas do Sport

Proibido 80 anos atrás, futebol feminino no Brasil evolui e busca recuperar atraso
Futebol feminino

Proibido 80 anos atrás, futebol feminino no Brasil evolui e busca recuperar atraso