Lembranças do 1º turno que tornam obstáculo ainda mais difícil para o Santa Cruz

Com o rebaixamento praticamente certo, separado apenas pela matemática, esse aspecto também servirá de motivação

Ronnie: entendimento tem que se estender a todosRonnie: entendimento tem que se estender a todos - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

 

Nas últimas quatro partidas que o Santa Cruz terá pela frente na Série A, apenas dois pontos seriam necessários para a equipe superar a campanha do clube em 2006 - último ano tricolor na competição. Tarefa, essa, teoricamente fácil. Um fato, no entanto, tende a deixar este obstáculo um pouco mais complicado. No primeiro turno, diante dos mesmos adversários, só um empate foi conquistado: 0x0 diante do Grêmio, em Porto Alegre. Com o rebaixamento praticamente certo, separado apenas pela matemática, esse aspecto também servirá de motivação.
O próximo adversário tricolor será o Coritiba, quarta-feira, no estádio Couto Pereira. Com 42 pontos, a quatro do Internacional, primeira equipe na zona de rebaixamento, o Coxa ainda luta para se livrar da degola. No primeiro turno, a equipe venceu o Santa Cruz por 1x0, no estádio do Arruda. Em sequência, à época, o time foi goleado pelo Atlético/MG (3x0), empatou com o Grêmio (0x0) e voltou a perder para o São Paulo (2x1). Importante destacar que mineiros e gaúchos estão lutando por vagas na Libertadores e pré-Libertadores, respectivamente.

Em 2006, o Santa Cruz terminou a competição na laterna, com 28 pontos. Foram sete vitórias, sete empates e 24 derrotas. Este ano, 27 pontos já foram conquistados, com sete vitórias, seis empates e 21 derrotas. Há dez anos, a despedida tricolor foi apenas com derrotas: São Caetano (3x0), Grêmio (3x1), Fluminense (2x1) e Santos (3x1).

Sequência
Para o jogo da próxima quarta-feira, o técnico interino Adriano Teixeira ganhou o reforço de Allan Vieira, recuperado de uma lesão na coxa. Apesar disso, Roberto ganhou a disputa pela posição e seguirá vestindo a camisa 6 do Santa Cruz. “Joga Roberto. Ele vem jogando bem. Seria injusto da minha parte colocar Allan, que vem treinando forte e se recuperando bem”, disse o treinador. Esta será a quarta partida seguida como titular do lateral, sendo a décima com a camisa do Santa Cruz na temporada.

 

Veja também

Olympique vence Olympiacos e encerra série de 13 derrotas seguidas na Champions
Futebol

Olympique vence Olympiacos e encerra série de 13 derrotas seguidas na Champions

Inter vence Mönchengladbach e deixa tudo em aberto no grupo B da Champions
Futebol

Inter vence Mönchengladbach e deixa tudo em aberto no grupo B da Champions