Lewandowski: 'Quero repetir 1974 e reescrever a história'

Aos 29 anos, o artilheiro Lewandowski julga estar vivendo seu melhor momento como jogador de futebol

Um dos matadores mais letais do mundo, Lewandowski é a estrela maior da PolôniaUm dos matadores mais letais do mundo, Lewandowski é a estrela maior da Polônia - Foto: Divulgação

Do início da década de 1970 até o início dos anos 1980, a Polônia teve uma das melhores seleções do mundo. Foi a terceira colocada em 1974 e 1982, liderada pelos meias Grzegorz Lato e Zbigniew Boniek. De forma esperada, aquela geração vive na memória do país e de seu principal jogador, Robert Lewandowski. O atacante, porém, tem planos ambiciosos: quer repetir os feitos do passado e reviver os anos gloriosos do futebol polonês.

"Repetir o que eles fizeram seria um sonho que se tornaria realidade. Eu quero reescrever a história e ter minhas próprias boas memórias", disse Lewandowski em entrevista ao jornal inglês "The Guardian". "Talvez, como equipe, possamos fazer algo especial na Rússia." Os poloneses estão no Grupo H, com Senegal, Colômbia e Japão.

Leia também:
Segundo empresário, Lewandowski quer sair do Bayern
Zagueiro da Polônia lesiona ombro e deve ficar fora da Copa
Grupo H: Polônia, Senegal, Colômbia, Japão

Com dez gols marcados, Lato é até hoje o oitavo maior artilheiro da Polônia história das Copas. Em 1974, foi o artilheiro do Mundial, marcando sete vezes. Uma marca que Lewandowski, do Bayern de Munique, acha difícil de igualar. "Os tempos são outros. O que ele fez em 1974 foi memorável. Hoje você vê o quanto é difícil marcar sete gols em uma Copa do Mundo." De fato: desde que Lato foi artilheiro, apenas uma vez um artilheiro de Copa fez sete ou mais gols. Foi em 2002, quando Ronaldo foi às redes oito vezes.

Aos 29 anos, Lewandowski julga estar vivendo seu melhor momento como jogador de futebol. E não acha que tem um prazo para encerrar seus dias nos gramados. O atacante planeja jogar até os 35 anos e acha que é possível manter-se em alto nível por mais estes seis anos. "Estou maduro como jogador e tenho muita experiência. Se estiver saudável, quero jogar na Europa por quanto tempo for possível. Depois disso, vamos ver", completou.

A Polônia estreia na Copa do Mundo nesta terça-feira, contra o Senegal. O jogo está marcado para as 12h (de Brasília), em Moscou.

Veja também

Contra o rebaixado Oeste, Náutico busca três pontos para seguir vivo na Segundona
Série B

Contra o rebaixado Oeste, Náutico busca três pontos para seguir vivo na Segundona

Sem vencer fora há mais de três meses, Sport também vive jejum contra Corinthians
Sport

Sem vencer fora há mais de três meses, Sport também vive jejum contra Corinthians