Repercussão

Lewis Hamilton se diz devastado com a morte de João Alberto Freitas

Heptacampeão mundial da F-1, o britânico tem posicionamento forte contra o racismo

Lewis Hamilton, piloto da F1Lewis Hamilton, piloto da F1 - Foto: Reprodução/Instagram

Heptacampeão da Fórmula 1, o britânico Lewis Hamilton compartilhou uma mensagem sobre o caso de João Alberto Silveira Freitas, homem negro espancado até a morte em um supermercado da rede Carrefour, em Porto Alegre (RS) na noite da última quinta-feira (19).
 
"Devastado por ouvir essa notícia, outra vida negra perdida, mais uma vez. Ainda acontece e temos que lutar para impedir que continue. Mando meus pensamentos e preces para você, Brasil. Descanse em paz, João Alberto Silveira Freitas", escreveu o piloto de 35 anos em uma publicação no stories do Instagram.
 
Hamilton tem sido um dos principais protagonistas dos movimentos antirracistas no esporte mundial. Participou, inclusive, de protestos nas ruas após a morte de George Floyd, nos Estados Unidos.
 
Nas pistas, mais de uma vez carregou em suas roupas e levou ao pódio da F-1 mensagens como "vidas negras importam" ou "prendam os policiais que mataram Breonna Taylor", em referência à jovem negra alvejada em sua própria casa nos EUA.

Também fez o famoso gesto do Pantera Negra, com o punho fechado e o braço erguido, e homenageou o ator Chadwick Boseman após sua morte. 
 
O assassinato de João Alberto Freitas aconteceu na noite anterior ao Dia da Consciência Negra no Brasil e causou revolta por todo o País. Em diversas cidades, manifestantes foram às ruas contra o morticínio da população negra, e lojas da rede Carrefour foram atacadas.

O corpo de Beto Freitas foi velado, neste sábado (21), com a aliança de seu casamento, que estava marcado para dezembro, e uma bandeira do São José, clube de futebol do Rio Grande do Sul para o qual ele torcia.

 

Veja também

Última foto pública de Maradona causou polêmica entre médico e familiares
Luto

Última foto pública de Maradona causou polêmica entre médico e familiares

Enterro de Maradona será nesta quinta em cemitério da periferia de Buenos Aires
Luto

Enterro de Maradona será nesta quinta em cemitério da periferia de Buenos Aires