Liverpool abre vantagem sobre Porto nas quartas da Champions

O guineano Naby Keita (quatr minutos) e o brasileiro Roberto Firmino (25) foram os autores dos gols da partida para o clube inglês,

Liverpool x Porto, pela Liga dos CampeõesLiverpool x Porto, pela Liga dos Campeões - Foto: Lluis Gene/AFP

O Liverpool venceu por 2x0 o Porto em Anfield, nesta terça-feira pelo jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, e abriu ótima vantagem na disputa pela vaga nas semifinais da competição.

O guineano Naby Keita (quatr minutos) e o brasileiro Roberto Firmino (25) foram os autores dos gols da partida para o clube inglês, que visitará o Porto na próxima quarta-feira no jogo de volta.

Assim como na temporada passada, quando Porto e Liverpool se enfrentaram no mata-mata da Champions, nas oitavas de final, os ingleses garantiram ótima vantagem já no primeiro jogo.

No ano passado, a partida de ida foi disputada na casa do Porto, com os anfitriões sendo engolidos pelo trio de ataque dos Reds Sané-Firmino-Salah, que venceram por 5x0 e praticamente colocaram a vaga nas quartas no bolso.

Leia também:
Liverpool vence Tottenham e segue na liderança do Inglês
Liverpool vence Bayern e avança às quartas da Champions
Seleção treina usando jovens de Botafogo, Vasco e Porto
Porto bate a Roma na prorrogação e avança na Champions 
  
Nesta terça-feira, o primeiro confronto foi em Anfield e o resultado um pouco mais humilde, mas bem favorável ao Liverpool, que com 25 minutos de jogo já vencia por 2x0.

Início avassalador
Aproveitando os espaços deixados na defesa pelo Porto, que não se contentou em defender mesmo jogando na casa do atual vice-campeão europeu, o Liverpool não teve dificuldade para chegar à área portuguesa, com Keita abrindo o placar logo aos 4 minutos em chute que desviou na marcação e enganou o goleiro Iker Casillas.

Como é característica da equipe do técnico Jurgen Klopp, o Liverpool seguiu pressionando em busca de mais gols e teve diversas chances de ampliar o placar.

Na melhor delas, Salah aproveitou bobeada da zaga do Porto e apareceu cara a cara com Casillas, mas acabou chutando para fora.

Logo em seguida, o merecido segundo gol saiu. Após belo passe de Henderson, Alexander-Arnold invadiu a área pela direita e cruzou rasteiro na medida para Firmino ampliar com um toque de primeira.

Muito superior, o Liverpool perdeu chance de marcar um terceiro gol ainda no primeiro tempo, novamente com Firmino, que apareceu na área para chutar de primeira um cruzamento de Henderson, mas mandou por cima do gol de Casillas.

Reds em vantagem
Na volta do intervalo, o Liverpool seguiu mandando no jogo, dominou a posse de bola e rondou a área lusa sem trégua, sempre apostando no talento de seu entrosado ataque. Faltou, porém, pontaria para ampliar a vantagem.

Salah foi o autor das duas melhores oportunidades dos Reds na segunda etapa, mas teve azar nos lances, dois chutes colocados da entrada da área que pareciam ter endereço certo, mas acabaram batendo nas costas do próprio companheiro Henderson.

Sabendo que um gol fora de casa seria de vital importância para aumentar em muito suas chances de buscar a classificação no jogo de volta, o Porto não se deixou abater e tentou aproveitar as poucas chances criadas.

As melhores chances do Porto vieram na base de lançamentos longos para o isolado centroavante Moussa Marega. O malinês fez o que pôde para levar perigo ao gol de Alisson, mas, quando não era travado pelo ótimo Van Dijk, acabou mandando para fora dois chutes de dentro da área inglesa.

 

 

Veja também

Baixa produtividade dos 'camisas 9' pode colocar em xeque futuro do Sport na Série A
Sport

Baixa produtividade dos 'camisas 9' pode colocar em xeque futuro do Sport na Série A

Santa prolonga contrato de trio para jogo contra o Itabaiana
Futebol

Santa prolonga contrato de trio para jogo contra o Itabaiana