Futebol

Lucas Hernández comenta sequência como titular do Sport: "É bom voltar a jogar"

O uruguaio disputou os jogos contra CSA e Tombense

Lucas Hernández, lateral-esquerdo do SportLucas Hernández, lateral-esquerdo do Sport - Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Com a lesão de Sander constatada após a vitória contra o Ituano, o lateral esquerdo Lucas Hernández ganhou oportunidades na equipe titular do Sport. O uruguaio comentou sobre a sequência de jogos que ele está tendo. 

“É bom voltar a jogar, principalmente por poder ajudar o time. Infelizmente, Sander se machucou, mas daqui a pouco está voltando para ajudar a todos nós, pois é um jogador muito importante”, iniciou.

“Qualquer jogador precisa estar na melhor forma para poder ter o melhor desempenho dentro de campo e conseguir o objetivo principal que são os três pontos,” terminou. 

Hernández foi elogiado por Gilmar Dal Pozzo pelas suas atuações recentes. O atleta falou sobre a relação com o técnico.

“Acho que tem um diálogo bom, sincero. Eu falei para ele que quando ele precisar de mim eu vou tentar sempre fazer o melhor, pelo time. O cara que está no banco precisa estar sempre à disposição do time e quando for necessário entrar no campo e fazer o melhor”, disse.

O Sport vai encarar uma sequência de duas partidas fora de casa. Os adversários serão Chapecoense (13) e Novorizontino (17). O lateral abordou esses duelos. 

“Vão ser jogos difíceis fora de casa. Nosso objetivo é voltar com os seis pontos, mas se não for possível, voltar com alguma coisa nesses jogos importantes para nós. Acho que o grupo tem uma capacidade muito boa de enfrentar qualquer adversidade, seja jogando fora ou dentro de casa. Gosto muito do comprometimento do time.”
 

Veja também

Carlão avalia crescente do Náutico após esquema com três zagueiros
Futebol

Carlão avalia crescente do Náutico após esquema com três zagueiros

Entidades entram com ação contra Nelson Piquet por falas racistas e homofóbicas sobre Hamilton
RACISMO

Entidades entram com ação contra Nelson Piquet por falas racistas e homofóbicas sobre Hamilton