Mais discreto, Neymar ensaia volta por cima

Após polêmicas pessoais e profissionais, atacante tenta reconstruir a relação com o PSG e mostra evolução dentro e fora de campo

Melhora em campo, fez marketing do PSG voltar a explorar imagem de NeymarMelhora em campo, fez marketing do PSG voltar a explorar imagem de Neymar - Foto: Divulgação/AFP

O ano de 2019 tinha tudo para ser um dos piores da carreira de Neymar. Talvez o pior. No início do ano, o atacante se lesionou em um momento crucial. Ficou fora das oitavas de final da Liga dos Campeões e viu o Manchester United eliminar o seu Paris Saint-Germain. Em abril, após sua equipe perder a final da Copa da França para o modesto Rennes, o camisa 10 agrediu um torcedor. Convocado para a Copa América, contundiu-se no tornozelo direito às vésperas da competição. Não pôde participar da vitoriosa campanha do Brasil. Como desgraça pouca é bobagem, ainda foi acusado de estupro. Para completar, tentou uma saída forçada para o Barcelona, mas foi forçado a ficar no PSG, mesmo com a torcida contra. Parecia o fundo do poço. Até que o craque resolveu mostrar aquilo que o fez famoso: futebol de alto calibre.

O início deste semestre de Neymar vem contrariando inúmeros prognósticos. Quando mais se pensou que o atleta poderia fazer "corpo mole" ou jogar abaixo do que pode, por conta de sua evidente insatisfação por permanecer em Paris contra a sua vontade, foi aí que o atacante resolveu calar os críticos. Até agora, o brasileiro disputou quatro partidas, com três vitórias do PSG e uma derrota. O curioso: os três triunfos tiveram o placar de 1x0. Em todos esses jogos, o craque fez o gol do clube da capital francesa. Neste sábado (5), o time de Paris volta a campo para enfrentar o Angers, na nona rodada da Ligue 1, como é chamado o Campeonato Francês. 

Coincidentemente - ou não -, quanto menos Neymar aparece envolvido em polêmicas ou nas páginas de celebridades, mais rende em campo. Foi assim também no Barcelona, clube pelo qual o jogador teve o seu melhor desepenho no futebol europeu. Na Catalunha, o camisa 10 apareceu mais pelos feitos nos gramados.

A mudança de atitude não fica restrita aos gramados. Nos microfones, Neymar tem reforçado que está dando o sangue pelo seu clube. O que significa também uma recuperação pessoal. "Estou aqui para dar minha vida pelo Paris Saint-Germain, poder ajudar minha equipe. E feliz por estar marcando os gols, por conseguir os pontos. Espero que possa continuar assim", declarou o atacante, após a vitória sobre o Strasbourg, quando marcou um belo gol de "meia bicicleta", nos últimos momentos do jogo. Um detalhe: o jogador foi recebido com vaias pela torcida no Parque dos Príncipes, o estádio do PSG. "É como um relacionamento. Às vezes você briga com sua mulher e fica um tempinho sem falar com ela, mas depois, com muito amor, com muito carinho, tudo volta ao normal", brincou o atleta, sobre o momento.

O craque também parece estar se esforçando para acabar com a imagem de marrento e espantar os boatos de que não se relaciona bem com os outros astros do elenco parisiense. Sobretudo o jovem atacante francês Mbappé, apontado por muitos como rival do brasileiro na equipe. "É um dos melhores jogadores do mundo. Sua velocidade é extraordinária. A gente tem um 'feeling' muito bom, a gente se dá muito bem tanto dentro quanto fora do campo." O Neymar da atualidade é mesmo diferente dos últimos anos. Não bastasse se mostrar decisivo para o clube, o jogador tem se esforçado como poucas vezes visto. Aos 27 anos, parece ter entendido o seu papel no futebol mundial. Em pouco tempo, o craque desceu do céu ao inferno. Agora, parece detereminado a fazer o percurso reverso. Ainda há tempo de sobra.

Leia também:
Amizade entre Neymar e Mbappé empolga PSG
Neymar volta a ser decisivo na vitória do PSG sobre o Bordeaux

Veja também

Santa Cruz define como chapa da situação Antônio Luiz Neto, para presidência do clube
Santa Cruz

Santa Cruz define como chapa da situação Antônio Luiz Neto, para presidência do clube

Brocador fica fora da relação pela segunda vez seguida no Sport
Sport

Brocador fica fora da relação pela segunda vez seguida no Sport