Mais eficiente, Náutico supera o Sport no Clássico dos Clássicos

Sob o comando de César Lucena e cheio de reservas, rubro-negro falhou na concretização; Timbu mostrou segurança e controlou boa parte do jogo

Jean Carlos fez um golaço e ampliou o marcador nos AflitosJean Carlos fez um golaço e ampliou o marcador nos Aflitos - Foto: Paullo Almeida/Folha de Pernambuco

No Clássico dos Clássicos, válido pela quarta rodada da Copa do Nordeste, deu Timbu contra o Leão na noite deste sábado, nos Aflitos. O Náutico fez valer o mando de campo e o favoritismo e superou o Sport no placar de 2x0. Com os dois times recheados de novidades - o Leão por opção –, os alvirrubros demonstraram mais equilíbrio na proposta de jogo, enquanto a equipe rubro-negra parou na ineficiência dos atacantes. O triunfo leva o Timbu até a vice-liderança do Grupo B e aumente a moral para o importante duelo diante do Botafogo, na Copa do Brasil, na próxima quarta-feira. Por outro lado, o Leão deixa o G-4 do Grupo A e agora ocupa o quinto lugar.

Leia também:

Torcidas organizadas de Náutico e Sport brigam em Casa Amarela

Náutico recebe Sport em Clássico dos Clássicos do Nordestão 

 O Clássico dos Clássicos fez jus ao nome e começou movimentado. Logo aos quatro minutos, Erick balançou as redes com o auxílio da mão e, instantaneamente, a arbitragem anulou o gol e o atacante recebeu amarelo pela ação intencional. Melhor na partida, o time alvirrubro aproveitou o embalo pouco tempo depois. Após falta cobrada por Jean Carlos, o zagueiro Ronaldo Alves fez o papel de centroavante e complementou para as redes, aplicando a “Lei do Ex” no Leão, onde atuou entre 2016 e 2017. O comando das ações permaneceu no lado do Náutico após a abertura do placar. Contudo, não aproveitou a insegurança rubro-negra na marcação e permitiu as chegadas do Leão na segunda metade da etapa inicial. 


Aos 24, foi a vez do Sport ter um gol assinalado como ilegal pela arbitragem, após impedimento de Ewerton. Principal finalizador leonino em campo, Élton não correspondeu quando foi procurado. O atacante teve a melhor oportunidade na partida já perto dos acréscimos, quando ajeitou a bola quase na pequena área adversária, limpou para chutar, mas o zagueiro Rafael Ribeiro foi determinante para evitar o gol que daria a igualdade no placar.

Os rubro-negros mantiveram a postura na segunda etapa. O Timbu, por sua vez, preferiu apostar na exposição da defesa rival através da articulação de Jean Carlos e a velocidade de Erick. A proposta ficou mais visível especialmente após a expulsão de Marquinhos, que cometeu outra entrada violenta na partida e foi expulso pelo segundo cartão amarelo. Com um a menos, o Sport ainda assim conseguiu oferecer perigo. Aos, 20 Ewandro desenvolveu boa jogada e puxou para o pé esquerdo, mas Jefferson foi ágil e salvou o Timbu. A entrada de Paiva, no entanto, gerou mais mobilidade e possibilidades de jogadas no ataque alvirrubro. 

 A inconsistência do Sport, tanto na finalização ou marcação, facilitou o objetivo do Náutico. No dia do aniversário, Jean Carlos foi presenteado na melhor maneira possível. O meia aproveitou o espaço oferecido pelos leoninos e resolveu soltar um petardo de longe, sem chances para a defesa de Luan Polli. Com a desvantagem numérica e no placar, o Sport não encontrou forças para retomar o controle da partida e bastou aos alvirrubros manter a calma até o apito final.

FICHA DO JOGO

Náutico 2

Jefferson; Hereda, Rafael Ribeiro, Ronaldo Alves e Erick Daltro; Josa, Rhaldney e Jean Carlos (Djavan); Jhonnatan (Jorge Henrique), Erick e Guillermo Paiva (Salatiel Júnior). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Sport 1

Luan Polli; Ewerthon, Adryelson, Rafael Thyere e Luciano Juba (Vicente); Ronaldo, Rithely (Yan) e Jean Patrick; Marquinhos, Ewandro (Lucas Mugni) e Elton. Técnico: César Lucena (interino)

Local: Estádio dos Aflitos

Árbitro: Wagner Renway (RJ). Assistentes: Luís Felipe Gonçalves e Ruan Neres Souza (ambos da PB).

Gols: Ronaldo Alves (aos 7 do 1ºT), Jean Carlos (aos 30 do 2ºT)

Cartão vermelho: Marquinhos (SPT)

Veja também

Palmeiras goleia Corinthians e acaba com série invicta do rival
Campeonato Brasileiro

Palmeiras goleia Corinthians e acaba com série invicta do rival

Ingressos da Olimpíada viram dilema para familiares de atleta e grupo de fãs
Olimpíada

Ingressos da Olimpíada viram dilema para familiares de atleta e grupo de fãs