Rubro-negros e alvirrubros fazem o 2º jogo da decisão
Rubro-negros e alvirrubros fazem o 2º jogo da decisãoFoto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Este domingo é dia de encher estádio para apoiar seu time do coração. Fazer promessa para Nossa Senhora da Imaculada Conceição (padroeira dos alvirrubros) ou Nossa Senhora de Fátima (padroeira dos rubro-negros). Tirar a camisa do armário e zoar o rival, mas sem violência. Puxar grito de guerra, incentivar os jogadores, roer as unhas, reclamar da arbitragem, fazer figa, gritar gol e, ao menos para um dos lados, comemorar mais um título. Está liberado o decreto deste domingo. Na Ilha do Retiro, Sport e Náutico se enfrentam no segundo jogo da final do Campeonato Pernambucano. Por ter vencido o duelo de ida por 1x0, nos Aflitos, os mandantes jogam pelo empate. Os visitantes precisam ganhar por dois gols de diferença para sair com a taça. Uma vitória simples do Timbu levará o confronto para as penalidades. Um Clássico dos Clássicos de extremos. Ou haverá uma das maiores reviravoltas dos últimos estaduais, quebrando um tabu histórico para o Alvirrubro, ou a ampliação de uma incrível hegemonia do Leão diante do rival.

Antes de falar do presente, uma breve contextualização histórica. O Náutico nunca foi campeão em cima do Sport após perder o confronto de ida. Há ainda mais alguns jejuns, como os 51 anos sem ganhar uma final contra o adversário e 54 sem levantar o caneco dentro da Ilha. Já o Leão, vencedor das últimas nove decisões diante do Timbu, pode faturar a 10ª, chegando ao dobro de triunfos perante os alvirrubros em finais estaduais (12x6).

Os treinos da semana no Náutico chamaram a atenção pelo grau elevado de intensidade dos atletas. O técnico Márcio Goiano cobrou bastante os zagueiros em relação à saída de bola, um dos calos no jogo de ida, pediu marcação mais intensa no adversário e capricho nas finalizações. Sobre o time, a equipe terá os desfalques do meia Maylson (reserva) e do atacante Odilávio (titular), ambos com lesão na coxa. Na vaga do prata da casa, o Timbu terá o retorno do centroavante Wallace Pernambucano ao grupo titular. O jogador é o artilheiro alvirrubro em 2019, com oito gols. Recuperado de uma lesão no joelho esquerdo, Sueliton volta à defesa ao lado de Diego Silva. No meio, a dúvida é entre Luiz Henrique e Danilo Pires.

O caso do Sport é um pouco diferente. Uma das principais missões da equipe no jogo é conter o ambiente de euforia que tomou conta do clube após a primeira final. Algo natural, visto que a equipe venceu o primeiro jogo no reduto adversário, joga pelo empate e ainda terá presença massiva de sua torcida dentro da Ilha do Retiro - os ingressos foram esgotados com incrível antecedência. Ou seja, o clima de "já ganhou" ecoa por todos os cantos da Praça da Bandeira. "Temos uma vantagem, mas é mínima. Sabemos que temos que entrar no jogo pensando que está 0x0 e conquistar mais uma vitória", afirma o volante Charles, ciente de que o oba-oba possa atrapalhar a concentração da equipe dentro de campo.

No início da última semana, o técnico Guto Ferreira fez questão de garantir que o time que entrará em campo na tarde deste domingo seria praticamente igual ao da primeira final. O que o comandante rubro-negro não contava é que problemas de ordem física poderiam alterar a equipe titular. Duas dúvidas surgiram de última hora. Luan chegou a ser poupado de um treino por cansaço muscular, no meio da semana. Caso seja vetado, o meia Leandrinho entra na equipe e Guilherme, que vinha atuando como articulador, será deslocado para a ponta esquerda. Já do lado direito do setor ofensivo, Ezequiel virou preocupação de última hora. O atacante se recupera de dores no pé direito. O clube diz que sua situação não preocupa, mas se o atacante for barrado, Alisson Farias deve assumir a ponta direita.

Ações
A decisão na Ilha do Retiro vai contar com um bom número de ações promocionais. Uma delas é do próprio clube, que prometeu dar R$ 1 de desconto a cada 5 mil ingressos vendidos. Como já foram mais de 20 mil ingressos comprados pelos rubro-negros, a bebida terá um desconto de R$ 4. Os copos colecionáveis do clube também estarão à venda. Além disso, o aplicativo de transportes 99 dará 20% de desconto a quem colocar a Ilha do Retiro como destino. Por fim, a Turquesa alimentos vai doar uma tonelada em produtos, divididos em quatro instituições de caridade.

Ficha técnica
 

Sport
Maílson; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Ronaldo, Charles, Guilherme, Luan (Leandrinho) e Ezequiel (Alisson Farias); Hernane. Técnico: Guto Ferreira

Náutico
Bruno; Hereda (André Krobel), Sueliton, Diego Silva e Assis; Josa, Luiz Henrique (Danilo Pires) e Jorge Henrique; Robinho, Thiago e Wallace Pernambucano. Técnico: Márcio Goiano
Local: Ilha do Retiro (Recife/PE)
Horário: 16h. Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro. Assistentes: Kleber Lucio Gil e Alessandro Alvaro Rocha De Matos. Transmissão TV: Globo, Premiere FC



veja também

comentários

comece o dia bem informado: