Pelé
PeléFoto: Divulgação

A Fifa confirmou nesta quarta (13) que Pelé não estará em Moscou para a abertura da Copa do Mundo. O torneio começa nesta quinta (14) com a partida entre Rússia e Arábia Saudita.

A entidade não sabe dizer se o ex-jogador brasileiro viajará para o restante da competição. Em conversas informais, os funcionários da entidade mostram pessimismo com as chances de tê-lo em eventos da Copa.

Se ficar no Brasil, Pelé estará afastado da competição pela primeira vez desde 1954, quando tinha 14 anos e ainda morava em Bauru, interior de São Paulo. Depois disso, ele atuou entre 1954 e 1970. A partir de 1974 sempre esteve presente como garoto-propaganda, convidado da Fifa ou comentarista da Band (1986) e Globo (1990 e 1994).

Pelé, 77, ainda sente dores por causa de duas cirurgias no quadril. A primeira delas, em 2012, foi feita para a colocação de uma prótese. Em entrevista à Folha em 2016, ele disse ter sido vítima de erro médico, o que foi descartado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo.

Leia também:
Diferente do Brasil, Rússia entrega Copa sem conflitos
Messi diz que título da Copa do Mundo é sonho de infância
Espanha demite técnico na véspera da Copa do Mundo
EUA, México e Canadá sediarão a Copa do Mundo de 2026


Desde o ano passado, ele faz fisioterapia para acelerar o processo de recuperação e poder viajar para a Rússia. No sorteio dos grupos, em dezembro do ano passado, ele compareceu, mas entrou no auditório no Kremlin, em Moscou, em uma cadeira de rodas.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de Pelé para saber se ele irá à Rússia após a abertura, mas ainda não obteve resposta.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: