Seleção será convocada pelo técnico Vadão nesta quinta (16)
Seleção será convocada pelo técnico Vadão nesta quinta (16)Foto: Fernanda Coimbra/CBF

A convocação da seleção brasileira de futebol feminino para a Copa do Mundo da França 2019, acontece nesta quinta-feira (16), às 11h, na sede da CBF, no Rio de Janeiro. Na ocasião, o técnico Vadão anunciará os nomes das 23 atletas que defenderão a camisa verde-amarela na competição que se inicia no dia 7 de junho e segue até 7 de julho. Com transmissão da Rede Globo e do SporTV, o Brasil estreia no torneio em Grenoble, no dia 9, contra a Jamaica, às 10h30. O confronto é válido pelo Grupo C, que ainda conta com Austrália e Itália.

Diferente de outras épocas, como em 2007, onde ficou com o vice-campeonato, após derrota para a Alemanha, a seleção brasileira chega à França longe de ser considerada favorita. Apesar de contar com a melhor jogadora do mundo (Marta), o time nacional soma nove jogos sem vencer - última vitória foi contra o Japão, em julho do ano passado. Nos últimos dois jogos de preparação para o Mundial, em abril, a seleção encarou Espanha e Escócia, em solo espanhol, em amistosos da Data Fifa. As derrotas por 1x0 e 2x1, respectivamente, mostraram que Vadão terá pouco tempo e muito trabalho para melhorar o desempenho do Brasil às vésperas da Copa. Em sua primeira passagem pela seleção, entre 2014 e 2016, o experiente técnico teve aproveitamento de 81%. Agora, desde 2017 no comando, viu o rendimento cair para 53%.

Sobre a participação da seleção na Copa, os números ficam ainda mais preocupantes quando considerados os embates perante os principais postulantes ao título (Alemanha, Austrália, Canadá, EUA, França e Inglaterra). Disparada a melhor equipe do continente sul-americano, o Brasil não vence um dos "fortes" desde 2016. Na época, bateu as australianas por 3x1, em amistoso às vésperas das Olimpíadas do Rio. Para piorar, do último Mundial, em 2015, para cá, o time brasileiro só venceu as 24 seleções presentes na França em três oportunidades.

Jogadoras como a volante Formiga (PSG), de 41 anos, a meia Marta (Orlando Pride) e a atacante Cristiane (São Paulo) disputarão a Copa pela última vez com a camisa do Brasil. Enquanto a experiente chegou à seleção ainda em 1995 e é recordista de partidas com a camisa verde-amarela com 160 jogos, Marta e Cristiane debutaram pela equipe nacional em 2003. Juntas, participaram das principais conquistas da história da canarinho na modalidade: as medalhas de prata olímpicas em 2004 e 2008, além do vice mundial em 2007.

Leia também:
Convocação para a Copa do Mundo feminina será no dia 16
Seleção feminina de futebol ganha um uniforme exclusivo
Marta defende esporte como ferramenta para igualdade de gênero


Presente em duas das três convocações feitas por Vadão neste ano, a goleira pernambucana Bárbara também deve marcar presença entre as 23 atletas. Aos 31 anos, a arqueira defende as cores do Kindermann, de Santa Catarina. Representando a nova geração do futebol feminino brasileiro, Andressa Alves deve ser chamada. Aos 26 anos, a meio-campista do Barcelona é uma das principais jogadoras do Brasil na atualidade. Polivalente, já atuou também como lateral, volante e atacante.

Comissão técnica e jogadoras convocadas farão a preparação para a Copa do Mundo em Portimão, na região de Algarve, em Portugal. A delegação chega ao local no dia 22 de maio, no intuito de se acostumar com a temperatura e o fuso horário. No dia 5 de junho, seguem para Grenoble, na França, onde estreiam contra as jamaicanas no dia 9. Para se classificar ao mata-mata, a seleção brasileira precisa terminar a fase de grupos entre os dois melhores times da chave, ou na pior das hipóteses entre as quatro melhores terceiras colocadas.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: