Francesas eliminaram a seleção brasileira no Mundial
Francesas eliminaram a seleção brasileira no MundialFoto: Frank Fife/AFP

O sonho de conquistar o inédito título mundial acabou neste domingo (23) para a seleção brasileira, eliminada nas oitavas de final da Copa da França após perder para a equipe anfitriã por 2x1, na prorrogação. Os gols do tempo regulamentar foram marcados por Gauvin, que abriu o placar aos sete minutos do segundo tempo, e Thaisa Moreno, aos 18 também da etapa complementar. Quem deu a vitória à França foi Henry, no primeiro minuto do segundo tempo da prorrogação.

O resultado encerra também o sonho de um título mundial com a presença do trio Formiga, Marta e Cristiane, que inclusive deixou o campo no início da prorrogação queixando-se de muita dor. Formiga, com 41 anos, já havia se despedido da seleção em 2016 e anunciou que colocará um ponto final em uma história de mais de duas décadas na equipe. Cristine, de 34, foi outra que disse ter sido seu último Mundial. Marta, com 33, ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Com o resultado, as anfitriãs garantiram vaga nas quartas de final e aguardam as vencedoras do duelo Estados Unidos x Espanha, que acontece às 13h desta segunda (24). As francesas seguem no propósito de obter, em casa, o melhor resultado na história do torneio. Até então, a campanha mais expressiva das “Les Bleues” foi o quarto lugar em 2011. O Brasil, por sua vez, repete o desempenho do Mundial de 2015, no Canadá, quando também se despediu nas oitavas, perdendo para a Austrália por 1x0. Apesar do revés, a seleção nacional fez, neste domingo, sua melhor partida no torneio.

Jogo
A seleção brasileira começou a partida com uma proposta mais conservadora, aguardando a iniciativa das francesas e buscando sair em contra-ataques rápidos. Acabou, no entanto, envolvida pela intensa movimentação das atacantes adversárias, que se mexiam muito de um lado a outro do campo, aproveitando as brechas na defesa brasileira. Os lances mais perigosos das donas da casa nasceram em jogadas pelas laterais do campo, resultando em cruzamentos perigosos. Foi assim que elas balançaram as redes pela primeira vez, com 22 minutos de jogo. Diani driblou na direita e cruzou para a chegada de Gauvin, que cabeceou para as redes. Após mais de cinco minutos de análise com a ajuda do VAR, no entanto, o gol foi anulado por falta na goleira Bárbara.

Após o susto, a seleção brasileira passou a sair mais para o jogo e, gradativamente, equilibrou as ações. No início do segundo tempo, o time nacional era mais ofensivo. Mas, justamente quando era melhor em campo, levou um balde de água fria com o gol de Gauvin, aos sete minutos. A jogada foi exatamente igual ao lance do primeiro gol, com Diani passando de Tamires na lateral e cruzando na área para a chegada de Gauvin.

A seleção brasileira manteve a postura em busca do empate, que saiu 11 minutos depois, com Thaisa Moreno aproveitando rebote após jogada iniciada por Debinha, que desceu em velocidade pela e cruzou para Cristiane. A atacante escorou, mas a defesa rebateu e a bola sobrou para Thaisa marcar. O Brasil ainda teve algumas oportunidades e até chegou a balançar as redes mais uma vez, só que Tamires estava impedida.

Na prorrogação, a seleção perdeu Cristiane logo nos primeiros minutos e sentiu também o desgaste após o ritmo intenso que imprimiu na segunda etapa do tempo regulamentar. Com isso, o time perdeu a transição rápida no meio de campo e as atacantes acabaram isoladas. As francesas, embora também cansadas, estavam mais inteiras e, tocando a bola, chegavam com mais perigo ao gol de Bárbara. A insistência deu resultado no primeiro minuto do segundo tempo da prorrogação, quando Henry escorou para o fundo das redes após a bola ser alçada na área em uma cobrança de falta. Depois disso, as anfitriãs apenas administraram o resultado até o apito final.

Ficha do jogo 

França 2
Sarah Bouhaddi; Marion Torrent (Eve Perisset), Griedge Mbock, Wendie Renard, Amel Majri (Sakina Karchaoui); Viviane Asseyi (Gaetane Thiney), Elise Bussaglia, Amandine Henry, Eugenie Le Sommer; Kadidiatou Diani e Valerie Gauvin (Delphine Cascarino). Técnica: Corinne Diacre.

Brasil 1
Bárbara; Letícia Santos (Poliana), Kathellen Souza, Mônica, Tamires; Ludmila (Bia Zaneratto), Formiga (Andressinha), Thaisa Moreno, Debinha; Marta e Cristiane (Geyse). Técnico: Vadão

Local: Stade Océane (Le Havre)
Árbitra: Marie-Soleil Beaudoin (CAN)
Assistentes: Princess Brown (JAM) e Stephanie-Dale Yee Sing (JAM)
Gols: Gauvin (aos 7' do 2ºT), Thaisa (aos 18' do 2ºT) e Henry (aos 16' da prorrogação)
Cartões amarelos: Renard (F); Kathelen, Tamires e Formiga (B)

Francesas eliminaram a seleção brasileira no Mundial
Francesas eliminaram a seleção brasileira no MundialFoto: Frank Fife/AFP
França 2x1 Brasil
França 2x1 BrasilFoto: FRANCK FIFE / AFP
Marta, atacante da seleção brasileira
Marta, atacante da seleção brasileiraFoto: Frank Fife/AFP
Henry no lance do gol da vitória francesa
Henry no lance do gol da vitória francesaFoto: Frank Fife/AFP
Brasileiras lamentaram resultado contra a França
Brasileiras lamentaram resultado contra a FrançaFoto: Loic Venance/AFP

veja também

comentários

comece o dia bem informado: