Thiago Neves marcou o gol que decidiu a partida
Thiago Neves marcou o gol que decidiu a partidaFoto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Na última quarta-feira, o placar foi mínimo: 1x0. Mas ele acabou favorável ao Cruzeiro, diante do Corinthians, no primeiro jogo entre os adversários, disputado no Mineirão. Neste duelo de final da Copa do Brasil, no entanto, o título e os R$ 50 milhões oferecidos pela CBF ao campeão ficará com aquele que for superior ao final dos “180 minutos”. Naturalmente, a Raposa joga por um empate no derradeiro confronto das 21h45 desta quarta-feira, na Arena do Corinthians, para levantar o título. O Timão, por outro lado, precisa de qualquer vitória por um gol de diferença e, assim, levará a decisão, pelo menos, para a disputa de pênaltis.

O Corinthians chega para esta final após eliminar o Flamengo nas semifinais da Copa do Brasil. Diante dos cariocas, os paulistas empataram o primeiro jogo (0x0), no Maracanã, e venceram (2x1) o segundo, na Arena do Corinthians. A campanha do Alvinegro conta com quatro vitórias, dois empates e uma derrota - esta, inclusive, para o Cruzeiro, no jogo da semana passada. O aproveitamento da equipe é de 66,6%. O desempenhos dos mineiros na competição é idêntico. A Raposa, que chegou à final após eliminar o Palmeiras com uma vitória (2x1) e um empate (1x1), foi derrotada apenas uma vez: nas quartas de final, no jogo da volta, diante do Santos (2x1).

O técnico Mano Menezes optou por fechar o trabalho de ontem à imprensa. Diante do mistério, fica a dúvida em relação ao substituto do lateral-esquerdo Egídio, suspenso. Marcelo Hermes, que é ala, e o volante Lucas Romero brigam pela posição. O comandante também não poderá contar com Sassá, suspenso por agredir o lateral-direito Mayke, do Palmeiras. O Cruzeiro não obteve sucesso em seu pedido de efeito suspensivo para ter o jogador na final. Na terça-feira, o STJD negou a solicitação da diretoria da Raposa e vetou a participação do atacante diante do Corinthians. Sendo assim, a tendência é que Barcos inicie a partida. Outro jogador que o técnico cruzeirense aguarda é Arrascaeta. O meia, desfalque no primeiro confronto, está com a seleção do Uruguai desde o dia 6 deste mês para realização de amistosos.

Leia também:
Cruzeiro bate Corinthians e ganha vantagem na Copa do Brasil
Sassá é suspenso por seis jogos por briga em Cruzeiro x Palmeiras

Fechar o treinamento também foi a estratégia adotada pelo técnico Jair Ventura. Pelo menos essa foi a postura adotada desde o início da semana. “Quando a gente fecha o treino, tentamos fazer algo diferente, não é para esconder de vocês (imprensa), deixo isso claro, mas para tentar surpreender nosso adversário”, disse o técnico do Corinthians. Terça-feira, no entanto, o treinamento realizado no gramado da Arena Corinthians contou com portões abertos para a torcida. A principal dúvida é em relação ao zagueiro Léo Santos, que deixou o clássico contra o Santos com dores musculares.

FICHA DE JOGO

Corinthians

Cássio, Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson. Técnico: Jair Ventura

Cruzeiro

Fábio, Edilson, Dedé, Léo e Lucas Romero (Marcelo Hermes); Henrique, Ariel Cabral, Robinho, Thiago Neves e Rafinha; Barcos. Técnico: Mano Menezes.

Estádio: Arena do Corinthians, em São Paulo
Horário: às 21h45
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Bruno Boschilia (Ambos do RJ)
Transmissão: Rede Globo

veja também

comentários

comece o dia bem informado: