Sané, atacante alemão
Sané, atacante alemãoFoto: AFP / Odd ANDERSEN

A polícia da Alemanha está investigando relatos de cânticos racistas direcionados a Leroy Sané e Ilkay Gündogan durante o amistoso da seleção alemã contra a Sérvia, realizado na última quarta-feira (20) em Wolfsburg. Três homens foram detidos.

De acordo com informações da imprensa alemã, Leroy Sané foi atacado por ser negro, enquanto Ilkay Gündogan sofreu ofensas por ser descendente de turcos. Ambos os jogadores são, coincidentemente, companheiros de elenco também no Manchester City.
Segundo o jornal "Deutsche Welle", as autoridades da Alemanha anunciaram que três homens confessaram a autoria dos ataques racistas e se entregaram a polícia de forma voluntária.

Em comunicado divulgado ontem, a Federação Alemã de Futebol encorajou torcedores a contatar as autoridades para denunciar a prática do racismo nas arquibancadas.
Realizada na Volkswagen Arena, em Wolfsburg, a partida entre Alemanha e Sérvia terminou em empate por 1x1.

Leia também:
Tite confirma Seleção sem Jesus e com Militão de titular
Casemiro será capitão do Brasil em amistoso contra o Panamá

veja também

comentários

comece o dia bem informado: